Homem é multado em mais de R$ 200 mil durante operação da Polícia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental realiza desde as primeiras horas da manhã de quinta-feira (18) a operação “Gênesis”, que visa combater irregularidades em criadores de pássaros silvestres, pessoas que vendem carvão de forma irregular e furtos na zona rural da região de Araçatuba. Os trabalhos vão acontecer até sábado (21), feriado de Tiradentes. No primeiro dia de trabalhos, um morador de Castilho, cidade a 127 quilômetros de Araçatuba, foi multado em R$ 206 mil.
A operação conta com o emprego de 69 policiais militares e 20 viaturas, incluindo embarcações que farão patrulhamento nos rios da região. Os trabalhos abrangem 186 municípios, sendo 43 deles somente na região de Araçatuba. De acordo com informações do capitão Marcelo Fernando Marques, do policiamento ambiental de Birigui, as ações buscam transmitir uma maior sensação de segurança à população, principalmente das áreas rurais.
“No primeiro dia levantamos o cadastro de criadores de pássaros silvestres e fomos até as suas respectivas residências para constatar algum tipo de irregularidade. Nesta sexta-feira continuaremos os trabalhos visando irregularidades na venda irregular de carvão e no sábado intensificar o patrulhamento na zona rural, principalmente para coibir a prática de furto de tratores, que vem se tornando comum na região”, informou.
O jornal O Liberal apurou que durante a madrugada de hoje, criminosos furtaram dois tratores de uma propriedade rural em Braúna. Parte da equipe ficou empenhada na tentativa de localizar os veículos, inclusive com o uso do helicóptero Águia, mas até o fechamento desta edição eles continuavam desaparecidos. Os autores também não tinham identificação.
As equipes reuniram-se por volta das oito horas da manhã de hoje na Praça Anna Nunes Garcia, mais conhecida como Parque do Povo, em Birigui. O início da operação contou com a presença do prefeito da cidade, Cristiano Salmeirão. Os locais onde as vistorias ocorreram foram repassados aos policiais no local. Por volta das 8h30, as 15 viaturas participantes do primeiro dia saíram em conjunto e chamaram a atenção de quem fazia caminhada no local logo cedo.
IRREGULARIDADES
A equipe do jornal O LIBERAL REGIONAL acompanhou a vistoria em uma residência localizada na rua João Ferreira Filho, no bairro Recanto dos Pássaros, também em Birigui. O morador da residência possui aproximadamente 83 pássaros cadastrados junto ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), incluindo as espécies trinca-ferro, sabiá, araúna grande, papa-capim, tiziu, pintassilgo, bigodinho, canário da terra e colheira.
De acordo com informações apuradas pela reportagem, os policiais constataram a fuga de algumas espécimes sem a devida comunicação ao órgão competente, além da transferência de posse para outro criador sem a devida ciência. Diante disso, o proprietário recebeu um prazo de 15 dias para regularizar a situação, realizar a comunicação, caso contrário poderá ser autuado.
Em Buritama, quatro aves foram encontradas de forma irregular durante o primeiro dia de operação, sendo dois papagaios, um periquitão maracanã e um tiê preto. O dono recebeu multa de dois mil reais e os pássaros tiveram que ser apreendidos e a ocorrência foi apresentada na delegacia da cidade.
Já em Castilho, um morador foi multado em R$ 206 mil, depois que as equipes descobriram que o criador de passeriformes soltou todas as aves. O investigado disse que a soltura ocorreu há aproximadamente dez anos. Por conta disso, foi elaborado uma autuação de reintrodução de espécimes sem autorização do órgão competente.
NOVO UNIFORME
Outra novidade presente durante a realização da “Gênesis” foi a apresentação do novo fardamento do efetivo policial da corporação ambiental. “A aquisição do uniforme camuflado coroa todos os esforços adotados pelo Comando de Policiamento Ambiental em propiciar ao policial militar as melhores condições de serviço, principalmente no que tange à proteção, qualidade e bem-estar na execução das mais diversas missões, o que poderá ser sentido com a utilização do novo fardamento”, complementou o capitão.
A nova roupagem mistura tons esverdeados, proporcionando uma camuflagem entre a farda e a vegetação, facilitando o trabalho das equipes nnos ambientes em que trabalha, bem como a maior eficácia na prevenção de infrações e crimes contra o meio ambiente.

você pode gostar também