Samu simula acidente entre carro e moto com motorista agressivo

Um acidente entre um carro e uma moto. Duas vítimas. Uma desacordada jogada ao chão. Outra, consciente, mas confusa e às vezes agressiva. Uma delas apresentava um quadro de trauma encefálico, perfuração no tórax e fratura em uma das pernas enquanto que a outra estava com respiração ruidosa e traumas pelo corpo. O motoqueiro foi imobilizado e levado à ambulância. Já o motorista do carro afirmava que estava bem, chegou a conversar com os socorristas, mas depois teve uma queda em seu quadro clínico. Mesmo assim ele se recusava a ser imobilizado para ser colocado na maca e chegou a gritar com o enfermeiro que tentava colocar o colar cervical. Enquanto isso, dezenas de pessoas se acumulavam em volta para ver a cena. Pouco tempo para agir e vários contratempos.

Este foi o cenário simulado pela coordenação e pelo Núcleo de Educação Permanente do Samu de Araçatuba para um treinamento de excelência em atendimento. O trabalho, realizado durante todo o período da manhã deste sábado (07), foi desenvolvido em uma propriedade rural à margem da estrada vicinal Vicenzo Manarelli, que dá acesso ao bairro Água Limpa.

O diretor do Departamento de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde, Everton Sousa do Amaral, explicou que este tipo de atividade é periódico e tem o objetivo de manter a equipe de socorristas atualizada sobre os procedimentos para o melhor atendimento às vítimas de acidente. O Samu de Araçatuba faz uma média de 25 atendimentos diários em situações de urgência e emergência.

A coordenadora do Samu e diretora do Departamento de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde, Cristiane Camargo de Almeida, destacou que este treinamento chega ficar muito perto da realidade enfrentada pelos profissionais no cotidiano. “No simulado, no entanto, a gente consegue trabalhar detalhes que são decisivos para o sucesso do atendimento”, enfatizou Cristina.

A coordenadora do Samu, Kelen Cristiane Pereira, classificou o trabalho deste simulado como um grande sucesso. De acordo com ela, todos os objetivos foram atingidos e a participação significativa dos profissionais proporcionou uma melhora na qualidade dos serviços prestados.

DA REDAÇÃO – Araçatuba

você pode gostar também