Secretário de Desenvolvimento Econômico pede demissão

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Erik Carneiro da Silva, pediu, ontem, demissão do cargo ao prefeito Dilador Borges (PSDB). Erik, que acumulava a Secretaria de Desenvolvimento Agroindustrial, alegou motivos pessoais, principalmente ligados aos negócios da família.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Araçatuba, ainda não há um nome definido para substituí-lo. A expectativa é que o anúncio ocorra nos próximos dias. O governo tucano também informou que, por enquanto, não há previsão para uma reforma administrativa, o que poderia implicar na troca de secretários municipais. Dilador, que está em Santos (SP) para um congresso de prefeitos, disse, em nota enviada por sua assessoria, lamentar a saída de Erik.

“O prefeito Dilador Borges, agradecido pelos serviços prestados, lamenta a perda de tão importante colaborador. Um secretário será escolhido nos próximos dias”, diz a nota oficial. 

A saída de Erik foi a quarta baixa no secretariado de Dilador desde 2017. Até o momento, além de Erik, pediram demissão ou foram exonerados: Ermenegildo Nava (Negócios Jurídicos), Marly Garcia (Cultura) e Omar Miquinioty (Esportes).

BALANÇO

Ontem, em entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAL, Erik disse ter considerado produtivo o período em que ficou à frente da secretaria e que pretende continuar colaborando com o município. “Tenho empresa em Araçatuba e quero que a cidade cresça como um todo.”

Aos 42 anos, Erik acumula experiência internacional, tendo trabalhado em vários países. Chegou em Araçatuba em 2007 e atua na direção da Madine (empresa de madeira). Em 2016, foi convidado para compor o governo Dilador a fim de desenvolver política de estímulo ao desenvolvimento, atraindo investimentos. Erik é técnico em instrumentação (petróleo e gás), engenheiro industrial mecânico; pós-graduado em Negócios Internacionais e MBA Gestão Financeira, ambos pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Sua carreira foi desenvolvida em empresas nacionais e multinacionais de médio e grande portes.

Ele também fez um balanço de seu trabalho como secretário desde janeiro do ano passado até março de 2018. Dentre as principais realizações, ele citou a regularização do parque industrial e a concessão de áreas. Outro ponto destacado foi o aumento na concessão de crédito por meio do Banco do Povo, que passou de R$ 1.277.000,00 em 2016 para R$ 2.490.000,00 no ano seguinte. Ele também destacou o recente mutirão do MEI (Microempreendedor Individual), que totalizou 1.350 atendimentos, com 84 novas microempresas, além de projetos de qualificação profissional e geração de empregos. Na parte rural, os maiores destaques ficaram para a criação da Feira do Produtor Rural, que reúne 22 produtores em 17 estandes, e o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar).

Da Redação – Araçatuba

você pode gostar também