Leite materno: vida e saúde para bebês prematuros

O leite materno é a principal fonte de nutrição e defesas para o organismo do recém-nascido e dos bebês até o sexto mês de idade. Ele contém proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e nutrientes que a criança precisa para se desenvolver com saúde.

Especialistas orientam que assim que nasce, a criança deve ser colocado no peito para mamar, porém bebês prematuros precisam de ajuda nesse processo e são alimentados por sonda, devido à fragilidade de seus corpos e necessidade de ficarem na incubadora.

E nesse momento, o leite materno pode vir não só da mãe desse bebê, mas de outras mães do coração, que fazem doações nos bancos de leite humano. Solidariedade é o que move essas mulheres e as equipes que trabalham nos bancos, garantindo a qualidade do leite que vai alimentar esses pequenos guerreiros.

O Banco de Leite Humano de Araçatuba (BLH), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, é uma referência no processamento do leite materno doado na cidade. Recentemente, o BLH recebeu a nota máxima em credenciamento realizado pela Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH).

A avaliação levou em conta o processamento e o sistema de pasteurização do BLH de Araçatuba referente ao ano de 2017. A classificação foi na categoria “A”, que remete à excelência.

A secretária da Saúde, Carmem Guariente, comemorou o prêmio e acredita que ele traz um reconhecimento ao trabalho da equipe do BLH e de toda a secretaria. “Essa avaliação mostra a seriedade da coleta e também é fruto da solidariedade e amor das doadoras. Sem elas, não teríamos como conquistar esses méritos”, reconheceu Carmem.

O BLH de Araçatuba tem doadoras cadastradas. O leite doado por elas é pasteurizado e enviado para bebês prematuros que estão internados nas unidades de terapia intensiva e nos berçários patológicos da cidade. O leite materno doado é fundamental para que essas crianças ganhem peso e recebam alta dos hospitais.

Segundo a coordenadora do banco de leite, Jesiela Passarini, o leite materno serve como tratamento para bebês com prematuridade extrema. “Com 250 ml é possível amamentar até 10 bebês prematuros. Para eles, o leite funciona como tratamento”.

COMO DOAR

O banco de leite está aberto a novas doadoras para manter os estoques em nível suficiente para atender a demanda. A quantidade necessária é de 90 a 100 litros de leite por mês.

Para doar é necessário que a mãe tenha leite suficiente para amamentar seu bebê e estar sobrando leite. As mães interessadas devem entrar em contato com o banco de leite para receber orientações e agendar visita ao domicílio, para entrevista e entrega dos frascos.

A equipe do banco de leite recolhe semanalmente os frascos para que o leite passe por um processo de pasteurização e um rigoroso controle de qualidade. Depois disso, ele é encaminhado às UTIs.

O banco de leite humano de Araçatuba funciona no Hospital da Mulher, de segunda a sexta, das 7h às 17h. Além disso, o hospital tem o ambulatório de aleitamento materno, que funciona no mesmo horário, para auxiliar as mães com dificuldade de amamentar.

O telefone para agendar a visita da equipe do BLH é o (18) 3636-1170.

Karen Mendes

você pode gostar também