Morre segunda vítima de incêndio após vazamento de gás em Araçatuba

Depois de ficar quase dois meses internado ao ser atingido por um incêndio, após vazamento de gás na casa onde morava, no residencial Águas Claras, em Araçatuba, João Carlos dos Santos, 39 anos, morreu na sexta-feira (23) em um hospital especializado em queimados em Catanduva, cidade a 208 quilômetros de Araçatuba. A vítima era portadora de necessidades especiais.

Santos é a segunda vítima do incêndio. A mãe dele, Antônia de Morais, de 80 anos, também não resistiu às queimaduras sofridas e morreu no último dia 06 de fevereiro, ao ficar sete dias internada. Já o marido dela, identificado como José Carlos Batista dos Santos, de 57 anos, recebeu alta há cerca de 20 dias do setor de queimados da Santa Casa de Marília, onde estava internado depois de também ser atingido pelas chamas.

O corpo de João seria enterrado às 10h deste sábado (24), no cemitério Jardim da Luz, no bairro Jardim Aeroporto, em Araçatuba.

O INCÊNDIO

O vazamento de gás de cozinha ocorreu na residência da família, localizada na rua João dos Santos Lima, no bairro Águas Claras.

A reportagem apurou no local que a hipótese mais provável é de que o vazamento existia há algum tempo. Bastou uma faísca para provocar o incêndio, que atingiu todos os cômodos da casa. De acordo com os Bombeiros que estavam no local, a faísca pode ter sido ao acender uma lâmpada ou mesmo ao acender o fogão.

A casa ficou muito danificada após o fogo. O teto com forro de PVC foi destruído junto com parte do telhado. A Defesa Civil foi acionada para verificar se as condições estruturais da casa foram abaladas. Uma análise preliminar constatou que não houve danos estruturais no imóvel. A Perícia também esteve presente e um laudo sobre as possíveis causas do incidente ainda não foi divulgado. As causas são desconhecidas.

você pode gostar também