Índices de dengue e leishmaniose continuam estáveis

Devido às continuadas ações dos vários setores do Departamento de Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, os números de casos notificados e confirmados de dengue têm se mantido estáveis.
Segundo foi divulgado no Boletim Epidemiológico de terça-feira (20), pelo Setor de Vigilância Epidemiológica da SMS, na 11ª semana do ano de 2018, foram notificados seis novos casos suspeitos de dengue em Três Lagoas.

No acumulado do ano, são 141 casos notificados, 12 com resultado positivo e 79 casos negativos. Em janeiro, foram 66 casos notificados, oito positivos e 58 negativos; em fevereiro, 44 casos suspeitos, quatro positivos e 21 negativos; e em março, o resultado parcial já acumula 31 casos notificados como suspeitos e que dependem ainda do resultado laboratorial.

Em 2018, segundo foi divulgado pelo Setor de Vigilância Epidemiológica da SMS, não houve registro de novos casos de leishmaniose.

Os casos notificados de Zika e de Chikungunya continuam os mesmos. Em 2018, foram notificados como suspeitos três casos de Zika e um caso de Chikungunya. Esses casos foram dados como negativos.

Da Redação

você pode gostar também