Bandidos furtam R$ 90 mil de agência bancária, trocam tiros com a PM e um suspeito é preso

Guaraçaí, cidade a 88 quilômetros de Araçatuba e com pouco mais de oito mil habitantes, viveu momentos de terror e violência no fim da madrugada de segunda-feira (19). Criminosos invadiram uma agência bancária e fugiram levando um malote com quase R$ 90 mil em dinheiro.
O crime ocorreu por volta das 5h50 da manhã. Aproximadamente quatro a cinco bandidos invadiram a agência do Banco do Brasil, localizada na Rua Dona Alcides Cândida de Souza, no centro, com diversas ferramentas, como pé de cabra, maçarico, chave de fenda e martelos. Os suspeitos arrombaram as portas de entrada do local e foram direto ao cofre.
Lá dentro, os autores conseguiram arrombar o objeto e ter acesso aos malotes com aproximadamente R$ 90 mil em dinheiro. Após a ação, a quadrilha fugiu em um veículo Vectra, de cor prata e com placas de Marília, no sentido à zona rural do município. Acontece que um pedestre viu o momento em que o bando deixava a agência e estranhou a situação. A testemunha acionou a Polícia Militar segundos depois.

FUGA E TIROS
Diante das informações, diversas viaturas policiais da cidade, Mirandópolis e até Ilha Solteira começaram a fazer patrulhamento nas imediações. Uma delas cruzou com o automóvel próximo ao distrito de Amandaba. Nesse momento, o motorista do carro atirou contra os policiais. Os tiros não atingiram ninguém. A perseguição só terminou quando os assaltantes abandonaram o veículo em um matagal e fugiram a pé.

Um deles, identificado como Fábio Miranda Américo, natural de Birigui e já com diversas passagens criminais, inclusive foi solto da cadeia em janeiro de 2016, foi detido e preso pelas equipes policiais durante o cerco realizado. Dentro do carro dos bandidos, foram encontradas todas as ferramentas utilizadas na ação, além do dinheiro levado.
O helicóptero Águia foi acionado, tentou encontrar os outros fugitivos, com apoio da equipe em terra, mas até o fechamento desta edição os suspeitos continuavam desaparecidos. A arma de fogo usada na troca de tiros também não foi encontrada.

A ocorrência foi registrada na delegacia e um inquérito aberto para dar andamento às investigações, inclusive na tentativa de identificar os outros participantes do furto. A Perícia esteve na agência bancária e um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações.

você pode gostar também