Força Tática prende autor de furtos de câmeras e encontra receptador com diversas pedras de crack

Três homens foram presos na noite de sexta-feira (16), em Araçatuba, por furto, receptação e tráfico de drogas. Tudo começou quando um dos suspeitos, um desempregado de 29 anos, furtou diversas câmeras de segurança em várias casas da cidade nos últimos dias.

Policiais da Força Tática, da Polícia Militar, já tinham informações a respeito das características do autor, pois a cada furto de câmera, ele era gravado pelo sistema de armazenamento de imagens das residências. Diante disso, as equipes começaram a fazer patrulhamento por diversas ruas e avenidas do município para tentar localizá-lo.

Na rua João dos Santos Lima, no bairro Águas Claras, os PMs conseguiram encontrar o indiciado andando pela calçada. Ele foi abordado e reconhecido imediatamente. O homem confessou os furtos das câmeras e começou a revelar os locais e a quem ele teria as vendido. O investigado revelou ter vendido duas delas a um pedreiro, de 36 anos, morador na rua Padre Angelo Rudelo, no mesmo bairro em que foi realizada a abordagem.

Os policiais foram até ao endereço e encontraram o suspeito de ter comprado os objetos. Ele confessou a compra pelo valor de R$ 30 e indicou o local em as câmeras estavam guardadas. Diante do flagrante, o pedreiro recebeu voz de prisão por receptação. Na Central de Flagrantes, o delegado plantonista estipulou fiança de dois mil reais, mas a quantia não foi paga e o preso permaneceu à disposição da Justiça.

Logo depois de entregar o primeiro comprador, o autor dos furtos revelou ter trocado outros dois objetos em uma casa conhecida como ponto de venda de entorpecente, na rua Presidente Tancredo Neves, no bairro Parque Industrial. Com o endereço em mãos, a polícia dirigiu-se até lá e ficou observando de longe o indiciado chamar pelo proprietário, um torneiro mecânico de 45 anos.

Pensando que iria vender drogas, o homem saiu da residência e foi ao encontro do desempregado. Nesse momento, os PMs fizeram a abordagem. Na revista pessoal foram encontradas 53 pedras de crack escondidas na bermuda. A respeito das câmeras, o investigado confessou que elas estavam guardadas em um galpão, nos fundos do imóvel.

Todos os objetos e as drogas foram apreendidos e levados até a Central de Flagrantes. O dono da casa em que era realizada a venda de entorpecente recebeu voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas. Já o autor de todos os furtos também foi preso. O trio permaneceu à disposição da Justiça.

você pode gostar também