Carnaval de Araçatuba perde ‘Coro’, da escola Caprichosos

O carnaval araçatubense está de luto. Morreu ontem de manhã o presidente da escola de samba Os Caprichosos, Osvaldo Souza, de 68 anos, mais conhecido como “Coro”. Ele foi vítima de infarto enquanto tomava café em sua casa, no bairro São José. O velório acontece na capela Cardassi, na avenida Prestes Maia, e o enterro está marcado para as 10h deste sábado no cemitério da Saudade.

Coro fundou a escola que presidia em 1993 junto com Rogério Quintilhiano, egresso da extinta escola de samba Abre-Alas. A agremiação carnavalesca criada por ele venceu cinco carnavais, o último em 2000.

Ainda no meio cultural, Coro foi membro da antiga Banda Municipal de Araçatuba e um dos membros do grupo de pagode Simplicidade, conforme postagem em rede social feita pelo presidente da escola de samba Virada do Sol, Rosvel Menezes. “Um dos baluartes do nosso carnaval. Dizia sempre que ‘amava o carnaval’. Sempre e sempre trocávamos ideias”, escreveu Rosvel, no Facebook.

Jacques Pétia, presidente da Unidos da Zona Leste, também prestou homenagem a Coro na rede social. “Um cara companheiro que amava o carnaval e muito contribuiu para nossa cidade com os desfiles de sua escola de samba, reunindo muitas pessoas, famílias e agregando valores. Dedicou a maior parte de sua vida ao carnaval”, escreveu.

DA REDAÇÃO – Araçatuba

você pode gostar também