Saúde intensifica busca ativa de casos de tuberculose nas dez UBSs

Quem está com tosse por mais de três semanas, acompanhada ou não de febre, sudorese noturna, falta de apetite, perda de peso, cansaço, dor no peito ou nas costas, deve procurar uma das dez UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de Birigui para solicitar gratuitamente o exame de escarro para diagnóstico de tuberculose.

A ação faz parte da primeira fase da campanha de Intensificação de Busca Ativa de Tuberculose, que será promovida pela Secretaria Municipal de Saúde até a próxima segunda-feira, dia 19 de março. O objetivo é prevenir e identificar precocemente novos casos da doença, que muitas vezes é confundida com uma gripe mal curada.

A chefe do setor de Imunização da Vigilância Epidemiológica, Isabel Galdeano, explica que desde o dia 5 de março todas as UBSs estão reforçando as orientações sobre a doença e fazendo a coleta de escarro para análise. “A população deve ficar atenta aos sintomas e procurar atendimento médico, pois a doença pode levar a óbito quando não tratada corretamente”, alerta.

DOENÇA
A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria que ataca principalmente os pulmões, mas pode ocorrer também em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). A transmissão ocorre a partir da inalação de pequenas gotas de saliva expelidas pela tosse, fala ou espirro do portador da doença.

O tratamento contra a tuberculose é oferecido gratuitamente pela rede municipal de Saúde. É feito por meio do TDO (Tratamento Diretamente Observado), onde o paciente toma a medicação diariamente na presença de um profissional de saúde, durante seis meses. Para que tenha eficiência, o tratamento não pode ser interrompido, mesmo que os sintomas tenham desaparecido.

Da Redação

você pode gostar também