GOE encontra produtos contrabandeados em condomínio de luxo

Uma mulher de 33 anos foi detida nas primeiras horas da manhã de terça-feira (13) com diversos produtos de proteção individual sem nota fiscal. A apreensão foi realizada pelo GOE (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil de Araçatuba em um condomínio de luxo.

De acordo com o que foi apurado pela reportagem do jornal O Liberal, os investigadores receberam informações de que na residência da investigada, localizada dentro de um condomínio luxuoso na Via Olegário Ferraz, próximo ao aeroporto Dario Guarita, havia diversos objetos produtos de receptação. Diante da denúncia, a polícia entrou com pedido na Justiça para mandado de busca e apreensão. O juizado autorizou o cumprimento da decisão ontem.

Ao chegar no endereço, os policiais encontraram diversas caixas com luvas, capacetes, placas indicativas de proteção, protetores de ouvido, além de cordas. Tudo foi apreendido, já que não apresentava nota fiscal. A dona do imóvel também foi detida e encaminhada até a Central de Flagrantes.

O delegado plantonista ouvir a versão da indiciada e a liberou em seguida. O caso foi registrado como contrabando. A partir de agora as investigações vão continuar, já que todos os objetos permaneceram apreendidos e seriam periciados.

você pode gostar também