Bandidos furtam unidade de saúde e escola no fim de semana em Araçatuba

A Polícia Civil de Araçatuba investiga se existe relação em dois furtos ocorridos em estabelecimentos municipais no fim de semana.

O primeiro caso ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) localizada na Praça Álvaro de Carvalho Santana. A Polícia Militar registrou um boletim de ocorrência no último sábado (10), após ser acionada até ao endereço.

Segundo o relato do PM que atendeu a ocorrência, os bandidos invadiram o local sem arrombar nenhum portão, portas e o alambrado que faz a separação da área externa e tiveram acesso ao lugar usado para armazenar os cilindros de gás. A polícia acredita que os suspeitos tenham escalado o muro.

Em seguida, os autores arrombaram uma tranca e fugiram levando dois cilindros, cada um pesando 13 quilos. Até o fechamento desta edição não havia informações sobre o paradeiro dos criminosos. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso pelo terceiro distrito policial.

Foi requisitada Perícia Técnica a fim de constatar o arrombamento. O setor de investigações também tentará levantar imagens de câmeras de segurança nas imediações, que possam ter flagrado alguma situação suspeita.

ESCOLA MUNICIPAL

O outro furto ocorreu na Escola Municipal de Educação Básica Lourdes Regina de Souza, localizada na rua Natalino Pereira da Silva, no bairro Verde Parque. A Guarda Civil Municipal registrou um boletim de ocorrência na noite de sábado.

Segundo o depoimento dos guardas, eles foram acionados até ao estabelecimento de ensino depois que o alarme disparou. Chegando ao endereço, eles constataram que os criminosos invadiram o local e arrombaram uma janela de madeira que dá acesso à cozinha.

Dentro do cômodo, os bandidos furtaram diversas frutas, além de uma extensão que ligava o bebedouro de água à cozinha. As equipes disseram ainda que a escola não conta com o sistema de monitoramento por câmeras e, sim, apenas de alarmes, o que pode dificultar as investigações a respeito da autoria do crime.

Até o fechamento desta edição, os criminosos continuavam foragidos. A Perícia Técnica foi solicitada pela Polícia Civil para a constatação do arrombamento. Um laudo deve ficar pronto em até 30 dias para ser anexado ao inquérito policial do terceiro distrito da cidade.

você pode gostar também