Polícia Ambiental autua indústrias por armazenamento ilegal de madeira nativa

Duas indústrias de balanças e troncos de Araçatuba foram autuadas na manhã de quarta-feira (07) pela Polícia Ambiental por não terem licença para armazenamento de madeiras nativas.

Por volta de 8h45, policiais ambientais faziam patrulhamento pela zona rural quando dirigiram-se até a rua Fernando Fatore, no bairro Mini Distrito Industrial Alexandre Biagi, onde funciona uma das indústrias.

As equipes entraram em contato com o proprietário e ele apresentou a Licença de Instalação, Operação e Cadastro Técnico Federal, porém o autuado não tinha a permissão para armazenar madeiras nativas. Foram localizados 16,2567 metros cúbicos de madeira nativa no depósito.

A polícia aplicou multa no valor de R$ 4.877,00 ao dono e apreendeu os objetos para serem apresentados em boletim de ocorrência na Polícia Civil.

OUTRO FLAGRANTE

Cerca de duas horas depois, já às 11h, os policiais ambientais foram até a rua Hélvio Neris de Souza, que fica no mesmo bairro da primeira ocorrência, a fim de verificar a situação de uma indústria do mesmo segmento.

Chegando ao endereço, as equipes constataram com o proprietário que ele não tinha nenhum tipo de licença para operação e armazenamento de madeira. Foram encontrados 11,3009 metros cúbicos de madeiras nativas no local.

Por conta das irregularidades, o investigado foi multado em R$ 3.390,00 e teve o madeiramento apreendido pela polícia.

você pode gostar também