Câmara vai apurar denúncia contra o vereador Mário Gay

Na semana em que se comemora o Dia da Mulher, com várias ações contra a violência, a Câmara Municipal de Andradina deu importante passo frear os atos do veredor Mário Cardoso, o Mário Gay, do PPS. Os vereadores acataram denúncia feita por um grupo de mulheres e apresentaram o pedido de instalação da Comissão Especial de Inquérito. O pedido foi assinado por 11 ou 12 vereadores, o número exato não foi confirmado pela Secretaria Geral da Câmara, explicando que tal pedido deveria ser feito pessoalmente ou por escrito. Dois ou três vereadores deixaram de assinar e o próprio envolvido.

Desde o ano passado – o primeiro da atual legislatura -, o vereador Mário Gay vem se envolvendo em problemas na Câmara. Primeiro foi o áudio gravado por ex-assessor que o denunciou por assédio sexual. Depois foram tentativas de agressão a uma mulher. Na sequência foram vários outros problemas.

Na sessão da semana passada, o vereador Mário Gay voltou a se desentender com mulheres que protestavam contra a presença dele na Câmara. O clima esquentou e um assessor o tirou do plenário. O clima tenso continuou na parte externa da Câmara.

PROCEDIMENTO
Agora, o presidente Raimundo Justino de Souza deverá convocar uma reunião para instalação da CEI. O futuro do vereador será decidido pela comissão que será formada.

Da Redação

você pode gostar também