TOR apreende mais de mil tabletes de maconha na região

Policiais do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) fizeram a maior apreensão de drogas em 2018 na região de Araçatuba. O caso aconteceu durante a noite de segunda-feira (05) na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Castilho. Apesar disso, ninguém foi preso.

Segundo o que foi apurado pela reportagem do O Liberal, as equipes estavam em fiscalização de rotina na divida dos estados de São Paulo com Mato Grosso do Sul quando receberam um chamado de apoio da Polícia Rodoviária Federal de Três Lagoas.

O motorista de um veículo Hyundai/Santa Fé, com placas de Mariana, Minas Gerais, furou o bloqueio em Mato Grosso do Sul e conseguiu fugir em alta velocidade no sentido do estado de São Paulo, já na rodovia Marechal Rondon. Os policiais do TOR viram o momento em que o automóvel passou por eles. A partir disso, uma perseguição começou.

O condutor do carro suspeito abandonou o veículo em uma estrada paralela e fugiu em meio a um matagal. Segundo a polícia, o criminoso estava armado e atirou contra os policiais, que revidaram. Um breve tiroteio teve início e apesar do cerco policial, o homem conseguiu fugir e até o fechamento desta edição não havia sido localizado.

MACONHA

Em vistoria no carro de luxo, os policiais encontraram 1.014 tabletes de maconha espalhados por todos os cantos, como nos bancos e porta-malas. O peso final da droga ficou em 760 quilos. Ainda no atendimento da ocorrência, as equipes descobriram que o automóvel era clonado e foi produto de roubo no último dia 21 de dezembro de 2017 por Belo Horizonte, capital mineira.

Diante dos fatos, o carro permaneceu apreendido e foi encaminhado a um guincho, onde será periciado. Um laudo deve ficar pronto em até 30 dias para ajudar nas investigações sobre o responsável pelo transporte do entorpecente. Já os tabletes de maconha foram encaminhados até a delegacia de Andradina, onde permaneceram apreendidos para, depois, serem incinerados.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar o caso. Ainda não se sabe de onde o traficante vinha e nem qual seria o destino final da entrega da maconha.

você pode gostar também