Menina de 3 anos tem a perna amputada depois de ser atropelada

Melina Pereira, de 3 anos, precisou ter a perna esquerda amputada depois de ser atropelada por um veículo CrossFox. O fato aconteceu por volta das 17h de ontem (4), na rua Irmãos Spinelli, no bairro Vila Haro, em Três Lagoas. A criança brincava na calçada de casa quando foi atingida pelo carro, arrastada e prensada contra um muro. O motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele tentou fugir do local, foi detido pela Polícia Militar e levado para a delegacia.

Conforme apurado, a garota foi socorrida em estado grave pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Em nota, a unidade de saúde informou que, devido à gravidade do ferimento, foi necessário um procedimento cirúrgico de amputação da perna esquerda. Em seguida, a paciente foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande.

PAGOU FIANÇA
Em entrevista, o delegado Juvenal Laurentino Martins, que atendeu o caso, explicou que, pelo fato de o motorista se negar a fazer o teste do bafômetro, a PM registrou um termo de recusa e de constatação de embriaguez. O homem foi preso, mas pagou fiança e acabou liberado.

“O motorista alega que a criança estava no meio da rua brincando e, ao avistá-la, desviou para o lado esquerdo, mas ela correu para a mesma direção. Ele teria então freado bruscamente, mas como é uma estrada de terra, as rodas derraparam e o atropelamento aconteceu”, disse o delegado.

Ainda de acordo com Juvenal, o caso será investigado com base no trabalho da perícia. “De início, a ocorrência foi registrada como lesão corporal culposa. O delegado que for dirigir o caso vai qualificá-la como leve, grave ou gravíssima, conforme os laudos periciais”, acrescentou.

ESTADO DE SAÚDE
Na manhã desta segunda-feira (5), a assessoria de imprensa da Santa Casa de Campo Grande informou à reportagem que o estado de saúde da menina é estável. De acordo com o hospital, ela permanece internada na ‘ala vermelha’, onde está sedada e entubada sob supervisão médica.

O nome do condutor não foi divulgado.

Lucas Gustavo – Perfil News

você pode gostar também