Caixa e CDHU anunciam a construção de casas em 11 municípios da região

A Caixa Econômica Federal e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), tornaram público nesta semana (26), a assinatura de contratos com 11 prefeituras da região de abrangência da Superintendência Regional da Caixa para a construção de casas da faixa I do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), voltadas para famílias com renda de até R$ 1.800,00.

O encontro aconteceu na sede da Caixa e reuniu cerca de 50 pessoas, entre prefeitos, secretários municipais, vereadores, assessores dos 11 municípios beneficiados, além de representantes da CDHU. Ao todo, serão construídas 849 unidades habitacionais (UH), num valor total de cerca de 83 milhões, sendo 69,2% deste valor oriundo do programa do Governo Federal e 30,80% do Governo Estadual por meio da CDHU.

Na ocasião os participantes foram orientados quanto às características do programa e receberam informações importantes para que o processo de seleção das famílias seja bem-sucedido, dirimindo dúvidas e esclarecendo algumas situações que podem vir a acontecer durante o processo.

Por fim, os prefeitos assinaram um Termo de Compromisso se comprometendo a realizar todas as ações necessárias à viabilização do empreendimento em seu município.
As casas terão 48,82m², divididos em dois quartos, banheiro, cozinha e sala de estar e jantar, além de azulejo até o teto nas áreas molhadas, laje, área de serviço coberta e abrigo para gás. O valor de cada unidade será de R$ 98 mil.

Os municípios beneficiados são:
Adamantina – 45 casas – R$ 4,4 milhões
Alto Alegre – 88 – R$ 8,5 milhões
Braúna – 96 – R$ 9,3 milhões
Ibirarema – 91 – R$ 8,6 milhões
Narandiba – 100 – R$ 9,9 milhões
Ouro Verde – 100 – R$ 9,7 milhões
Pedrinhas Paulista – 53 – R$ 5,2 milhões
Piquerobi – 80 – R$ 7,7 milhões
Platina – 81 – R$ 8 milhões
Santo Antônio do Aracanguá – R$ 65 – R$ 6 milhões
São João do Pau D’alho 50 – R$ 4,9 milhões.

Da Redação

você pode gostar também