Mulher tem ataque de fúria e gera pânico em hospital de Castilho

Uma mulher, de aproximadamente 40 anos, teve um ataque de fúria e gerou quebra-quebra no Hospital e Maternidade José Fortuna, em Castilho, na noite de segunda-feira (26). O caso foi registrado na delegacia da cidade na tarde de terça-feira (27).

Segundo o que foi apurado pela reportagem, a autora procurou atendimento médico na unidade, localizada na Rua Nagib Muhana Zahr, no Centro, alegando que não dormia há dois dias. Ela foi informada por funcionários de que deveria esperar um pouco para ser atendida, já que o médico plantonista estava fazendo atendimento de outro paciente. Indignada com a resposta, a mulher teve um ataque de fúria.

Segundo o hospital foram quebradas cadeiras, mesas e macas. Ela também derrubou equipamentos de soros e lixeiras no chão. O atendimento ficou prejudicado durante o período para limpeza de toda a bagunça. O caso foi parar na polícia. O representante do hospital decidiu procurar a delegacia de Castilho na tarde de ontem para registrar um boletim de ocorrência.

De acordo com informações da Polícia Civil, nenhum aparelho foi danificado, mas diversos objetos de menor valor foram perdidos após entrarem em contato com o chão. O caso foi registrado como pertubação de sossego ao trabalho alheio. Um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações. A polícia informou ainda que deve intimar as partes nos próximos dias, inclusive a autora, para prestarem depoimento.

O atendimento na unidade hospitalar já estava normal durante todo o dia de ontem. O prejuízo estimado ainda não foi contabilizado. A reportagem do jornal O Liberal tentou contato diversas vezes com a administração do hospital para comentar a respeito do assunto, mas não conseguiu contato até o fechamento desta edição.

você pode gostar também