Dise prende dois por tráfico de drogas em Araçatuba

Policiais da Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecente) prenderam dois homens por tráfico de drogas durante a noite de quarta-feira (14) em ocorrências distintas em Araçatuba.

O primeiro caso foi na rua Fundador Paulino Gatto, no bairro São José, zona norte da cidade. Os investigadores tinham um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, de 27 anos, depois de um período de investigações que apontavam para o crime de tráfico.

No início da noite de quarta, as equipes foram até a residência e durante vistoria no imóvel nada de ilícito foi encontrado. Porém, os policiais monitoraram o investigado por alguns dias e presenciaram ele escondendo uma sacola plástica suspeita em um terreno ao lado da casa.

Em uma busca no local foi encontrada a embalagem com 64 porções de maconha, além de 14 pedras de crack. A polícia também localizou a quantia de R$ 100 em poder do indiciado.

Ele recebeu voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas e está à disposição da Justiça, para depois ser encaminhado à cadeia pública de Penápolis.

OUTRO TRÁFICO

A segunda apreensão ocorreu na rua Rodamant Ferreira, no Conjunto Habitacional Claudionor Cinti. Os policiais já investigavam um desempregado de 35 anos, conhecido popularmente como ‘Capoeira’ pela venda de entorpecente.

Os investigadores receberam uma ligação de um morador, que não quis se identificar, dando conta que o suspeito estaria vendendo drogas naquele exato momento. Diante das informações e do endereço, as equipes se dirigiram até ao local e flagraram o homem repassando cocaína a outro rapaz, que também foi detido, ao lado de um carro.

Durante buscas pessoais, os policiais encontraram sete pinos de cocaína no bolso da bermuda de ‘Capoeira’. Com o outro rapaz nada de ilícito foi localizado. A dupla foi levada até a Central de Flagrantes, onde o delegado plantonista manteve a prisão do desempregado. O outro jovem que estaria comprando a droga foi liberado e será ouvido nos próximos dias em um inquérito policial.

você pode gostar também