Rafinha curte fase artilheira no Cruzeiro, mas ‘prevê’ ser superado em breve por Fred

Com quatro gols em quatro jogos, Rafinha é o artilheiro do Campeonato Mineiro e certamente receberá atenção especial do América no clássico de domingo, às 17h, no Mineirão, pela quinta rodada da competição. O meio-campista não esconde a satisfação por viver fase goleadora, porém afirma que brevemente será ultrapassado por Fred, principal reforço celeste em 2018.

 “Tomara que seja assim por muito tempo”, diz, ao ser questionado sobre o bom momento pela Raposa. “Mas sei que o Fred vai me passar, pois é um cara que está acostumado a ser artilheiro. Agora que saiu o primeiro gol dele, sairão outros com naturalidade”, acrescenta.

Fred marcou o primeiro gol no retorno ao Cruzeiro no sábado passado, quando o time bateu o Tombense por 2 a 1, no Ipatingão, pela quarta rodada. Foi o 57º dele em 75 partidas, contando a primeira passagem de 2004 a 2005. Rafinha também deixou sua marca naquele jogo após receber ótimo lançamento de Ariel Cabral e chutar duas vezes contra a meta do goleiro Darley.

Ao longo de 15 anos como profissional, Rafinha não vivenciou tantas temporadas como artilheiro, mas conseguiu bons números pelo Coritiba em 2010. Ele balançou a rede nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Paranaense, do qual o Coxa foi campeão. Já na Série B, que também terminou com a conquista de seu clube, o meia-atacante contabilizou 10 gols. Contando todo o ano, foram 19 tentos em 60 apresentações.

Para Rafinha, o começo de 2018 no Cruzeiro é semelhante ao que conseguiu pelo Coritiba há oito anos. “É um momento bem parecido. Teve um ano no Coritiba, no começo do Estadual, que fiz gols em sequência. Não estou sentindo dores, estou bem fisicamente, bem em casa com a família, com as crianças. Se você está bem fora de campo, as coisas dentro acontecem com naturalidade. É aproveitar isso para continuar ajudando o Cruzeiro”.

O veloz meia-atacante, contudo, garante que prefere lidar com a responsabilidade de servir aos colegas do que ser o “homem-gol” do time. “Nunca fui artilheiro. Meu pensamento sempre foi de dar passes. Fico feliz em dar passes do que fazer gols. Até me cobraram por isso, mas meu objetivo é esse, de continuar dando passes. Mas se eu continuar fazendo gols, será bom também”.

O duelo entre Cruzeiro e América valerá a liderança do Campeonato Mineiro. Os dois times somam 10 pontos, com a Raposa levando vantagem no saldo de gols: 7 a 4. A previsão é de casa cheia no Mineirão, já que até aqui cerca de 52 mil ingressos foram vendidos.

Da Redação

você pode gostar também