Prefeitura define sistema para recuperação da Ponte da Água Limpa

A Prefeitura de Araçatuba emitiu, nesta segunda-feira (22), as guias de recolhimento aos órgãos competentes para autorização das obras de recuperação da ponte que liga Araçatuba ao bairro rural Água Limpa. Segundo o secretário de Planejamento Urbano e Habitação (SMPUH), Tadeu Consoni, disse que atualmente são três linhas de 3 metros quadrados cada, totalizando 9 metros quadrados. “Vamos instalar uma única linha celular de 4 x 4 metros, totalizando 16 metros quadrados. Isso representa aumento de 77,77% na vazão. Além, permite a passagem de material, como galhos, sem obstrução”, explicou Consoni.

O secretário, Tadeu Consoni esclarece que são necessárias a licença ambiental por parte da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e outorga do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica).

De acordo com o secretário, não pode haver ser feita intervenção no local sem devido licenciamento ambiental pela Cetesb, pois a localidade é APP (Área de Preservação Permanente), ou outorga do DAEE, para canalizar o córrego da Água Limpa, visto que tal desrespeito pode caracterizar crime de improbidade administrativa.

“Assim que tivermos a licença e a outorga, nós daremos prosseguimento ao processo licitatório de contratação de empresa para executar a implantação da nova estrutura. Estamos acelerando para restabelecer a via o quanto antes e acabar com o sofrimento dos que tanto necessitam dela”, adianta Consoni. A obra pode custar R$ 400 mil aos cofres públicos.

INTERDIÇÃO

A ponte da estrada da Água Limpa foi interditada no dia 9 de janeiro após as chuvas comprometerem a estrutura. A ponte está a 15 quilômetros do centro de Araçatuba.

DA REDAÇÃO – Araçatuba

você pode gostar também