Padaria Artesanal abre inscrições em Araçatuba

A Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, abriu, nesta terça-feira (23), inscrições para quatro cursos oferecidos pelo projeto estadual da Padaria Artesanal. A partir de fevereiro, Araçatuba se tornará Polo regional do projeto.

Os quatro cursos disponibilizados tem inscrição gratuita e cada um deles é composto por diversas receitas. O curso de Pão de Mel ensinará a cozinhar pão de mel tradicional, pão de mel integral, sonho assado e bem casado; o curso de Panetone mostrará o processo de produção de panetones tradicionais, integrais e de colomba pascal trufada; o curso de Cookie Gourmet capacitará os alunos a produzir cookies integrais, cookies de cacau e cookies de amendoim; já o curso de Tortas ensinará os participantes a cozinhar tortas de frango, quibes de biomassa e tortas de batata doce.

As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, na sede do Fundo Social de Solidariedade, localizado na rua Coelho Neto, número 880. As vagas para cada capacitação são limitadas e os participantes serão selecionados por ordem de chegada. Cada curso tem 8 horas de duração.

O cronograma do projeto contará com um curso a cada mês, onde a primeira semana será destinada a aquisição de materiais e nas outras três semanas serão desenvolvidas três turmas com 5 alunos cada. Em fevereiro acontecerá o curso de Pão de mel + Padaria Artesanal, em março de Panetone + Padaria Artesanal, em abril de Cookie gourmet + Padaria Artesanal e maio de Tortas + Padaria Artesanal.

O objetivo dos cursos é capacitar os participantes na produção de receitas saudáveis e com baixo custo, as quais tem grande demanda no mercado; orientar sobre a importância da aquisição de produtos orgânicos junto a produtores da região, a fim de possibilitar a movimentação da economia local e ensinar que o trabalho em equipe amplia a possibilidade de atingir o sucesso.

De acordo com a presidente do Conselho Deliberativo do Fundo Social de Solidariedade de Araçatuba, Deomerce Damasceno, o projeto é um importante meio de profissionalizar os envolvidos. “Como nossa cidade ainda é carente de empregos, esses cursos são oportunidades de especialização e, consequentemente, se mostram diferenciais no mercado de trabalho”, completou.

A idade mínima para participação é de 16 anos, sendo necessária a comprovação de matrícula no ensino regular de educação básica, observada a compatibilidade de horários.

Da Redação

você pode gostar também