Sonho realizado: Unisalesiano faz o primeiro vestibular da medicina com participantes de 19 estados

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

“Sonho realizado”. O termo foi usado pelo padre Luigi Favero, reitor do Unisalesiano, prefeito Dilador Borges, pró-reitor acadêmico, André Ornellas e pelo coordenador do curso, doutor Antônio Henrique Poletto, referindo-se à realização do primeiro exame vestibular do curso de medicina. A prova começou às 13 horas deste domingo com término previsto para as 17 horas. No total são 800 candidatos de 19 estados brasileiros na disputa por 58 vagas – as outras sete vagas são reservadas ao Prouni (Programa Universidade para Todos), com classificação pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
Logo pela manhã o movimento já era intenso no campus do Unisalesiano, na Rodovia Teotônio Villela, com a equipe da PUC Paraná, responsável pelo vestibular e do próprio Salesiano, além de uma pastoral. Tudo para dar as boas-vindas. O reitor Padre Luigi e equipe ficaram a postos para receber os candidatos.
Segundo o pró-reitor acadêmico, André Ornellas, participam do vestibular 800 candidatos, que representam 19 estados brasileiros. “Temos candidatos de Rondônia, Rio de Janeiro, Tocantins, Paraná, Ceará, Pará, Alagoas, Pernambuco e vários outros estados”, disse André Luiz.

REAÇÃO
O padre Luigi Favero disse que chegou em Araçatuba em 25 de janeiro de 2002 e o Salesiano tinha apenas dois cursos. Hoje são quase 30 cursos e “considerado o melhor centro universitário da região pelo Ministério da Educação”, frisou ele. Para o padre Luigi, o exame vestibular da medicina é um dos momentos mais importantes da sua trajetória de quatro décadas na área da educação. O reitor lembrou a longa trajetória para conseguir a instalação do curso. “Sonho realizado”.
O prefeito Dilador Borges lembrou que são mais de 60 anos de luta de Araçatuba pelo curso de medicina. Ele lembrou que ao longo do tempo mantiveram aceso esse sonho e que a conquista é resultado desde trabalho de longa data, da classe política e da sociedade civil. “Felizmente recaiu sobre os ombros do Unisalesiano a missão de implantar o curso”, disse o prefeito citando que o vestibular coroa de êxito todo trabalho realizado ao longo de décadas. “Com coroa de ouro”, frisou o prefeito.
Para o professor coordenador do curso, doutor Antônio Henrique Poletto, foram 13 anos de muito trabalho com a elalaboração de projetos até vencer o processo de seleção aberto pelo Ministério da Educação. “Sonho realizado”, resumiu.
O pró-reitor acadêmico, André Ornellas, foi curto: “Parecia impossível, mas o sonho foi realizado”.

SONHO DA CANDIDATA
O sonho não é apenas das autoridades de Araçatuba e do Unisalesiano, mas também dos candidatos. Jovens e familiares que viajaram até mais de 3 mil quilômetros para tentar realizar o sonho do curso de medicina. A jovem Letícia Mantovan Zamboni, de 18 anos, é uma destes jovens sonhadores. Escolher medicina por gostar de ajudar as pessoas. Prestou vestibular na Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), na Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho) e o Enem. “Quero fazer o curso e manter a missão de estar próximo às pessoas”, disse Letícia, que quer especializar-se em dermatologia.

SELEÇÃO
Das 65 vagas ofertadas, sete serão destinadas para candidatos que ingressarem pelo Prouni (Programa Universidade para Todos).
O gabarito oficial da prova será divulgado nesta segunda-feira (22), às 9h, e no dia 2 de fevereiro será divulgada no site do Unisalesiano a lista de aprovados para preenchimento das vagas em primeira chamada.
As matrículas deverão ser feitas nos dias 6 e 7 de fevereiro na sede da instituição, das 8h às 17h. O Unisalesiano está localizado na Rodovia Teotônio Vilela, no bairro Alvorada.

você pode gostar também