Procon faz pesquisa de hortifruti nos principais supermercados

O Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Três Lagoas (Procon/TL), realizou mais uma pesquisa de preços. Desta vez, os alimentos presentes na produção da agricultura familiar foi o alvo desse levantamento.

A pesquisa foi realizada em oito Supermercado de Três Lagoas e foi feita sem distinção de marca de cada produto. Na lista, estão apontados os menores preços de cada item. No total, foram pesquisados 49 produtos, entre eles estão frutas, legumes e verduras.

Um dos produtos pesquisados foi a mandioca. Presente na cozinha de quase todo sul-mato-grossense, o integrante do churrasquinho de domingo pode custar 95% mais caro em um estabelecimento em comparação com outro.

Uma das principais diferenças de preço pode ser encontrada no quiabo, enquanto o quilo desse produto é vendido a R$ 1,95 em um supermercado, em outro é comercializado a R$ 8,99, ou seja, quatro vezes mais caro.

Os produtos da agricultura familiar podem ser comprados toda terça-feira e sexta-feira na antiga Citocal, no Centro, das 6h às 11h diretamente dos produtores. A Central de Vendas da Agricultura Familiar, foi inaugurada em dezembro do ano passado.

Da Redação

você pode gostar também