Campanha conscientiza sobre a importância da saúde emocional

Começou ontem, sábado (13), uma série de ações que fazem parte da programação da campanha Janeiro Branco, que tem o objetivo de valorizar a saúde mental e emocional, através do incentivo à psicoeducação, comunicação dos sentimentos e harmonia nas relações humanas.

Um grupo de artistas e voluntários do Projeto Janeiro Branco realizou uma intervenção teatral na Praça Rui Barbosa e no calçadão, abordando a população e questionando sobre a alegria de viver, o sentido da vida e a satisfação nas relações.

A apresentação artística contou com a participação de Benjamin dos Santos Gonçalves, que foi paciente interno do hospital psiquiátrico Benedita Fernandes durante oito anos e, há cerca de um ano, foi transferido para uma residência terapêutica vinculada ao Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III).

Segundo o psicólogo Adelmo Almeida, um dos coordenadores do projeto Janeiro Branco em Araçatuba, o convívio social permitido na residência terapêutica ajuda no tratamento de Benjamim e de outras pessoas atendidas.

“Ficar trancado em um hospital não traz melhora para o problema mental, pelo contrário, faz piorar. O convívio social e a liberdade que ele tem na residência traz qualidade de vida e bem-estar para ele”, explicou.

NÃO É LOUCURA

Um dos objetivos do projeto Janeiro Branco é desmistificar a questão da saúde mental, que muitos relacionam exclusivamente à loucura e outros distúrbios psíquicos.

A proposta é chamar a atenção para problemas presentes no dia a dia das pessoas como, por exemplo, depressão, agressividade, ansiedade, comportamentos compulsivos e obsessivos, que podem culminar até mesmo em suicídio.

“O aumento nos casos de suicídio é um sinal de que a saúde emocional das pessoas está comprometida. Por isso nós incentivamos que as pessoas busquem ajuda de profissionais para que possam falar dos seus sentimentos, dividir suas tensões e, assim, encontrar cura e um novo sentido para a própria vida”, comentou Adelmo.

NO BRASIL

O projeto Janeiro Branco nasceu em Uberlândia/MG, idealizado pelo psicólogo Leonardo Abrahão, em 2013. A ideia inicial foi utilizar o primeiro mês do ano como incentivo para mudança de atitudes e esperança de novas possibilidades.

Entre as atividades realizadas estão palestras-relâmpago, distribuições de fitas e balões brancos e panfletos sobre temas como comportamento humano e educação emocional em locais públicos como praças, salas de espera de hospitais, filas de casas lotéricas e pontos de ônibus.

Desde sua criação, o projeto vem crescendo e alcançou aderência em vários estados brasileiros. Cidades do Acre, Alagoas, Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe tiveram a campanha instituída como lei.

De acordo com Adelmo, já foi protocolado na Câmara Municipal de Araçatuba pelo vereador Lucas Zanatta um projeto de lei para instituir o Janeiro Branco na cidade e deverá ser colocado em votação.

PROGRAMAÇÃO

A programação do projeto Janeiro Branco em Araçatuba se estende até o dia 28, com palestras, exposição virtual e apresentação de cinema. A entrada nos eventos é gratuita. Confira a programação.

JANEIRO BRANCO

16/01, 19h – Cine no Quintal / Filme: Si puo fare.

Local: O Quintal Cultural

17/01, das 20h às 21h30 – Palestra e Intervenção teatral. Tema: Saúde Mental

Palestrante: Me. Simone Pantaleão Macedo

Local: Câmara Municipal de Araçatuba

20/01, às 19h – Exposição visual

Local: Oficina de Macacos

26/01, das 19h às 20h30 – Intervenção artística: SARAU LouCURE-SE.

Local: CAPS III – Centro de Atenção Psicossocial

27/01, das 10h às 12h – Intervenção Teatral e panfletagem.

Local: Praça Rui Barbosa

28/01, das 18h às 19h – Intervenção Teatral e panfletagem.

Local: Praça Getúlio Vargas

Karen Mendes – Araçatuba

FOTO DA APRESENTAÇÃO (BAIXAR DA MÁQUINA) – KAREN MENDES

INTERVENÇÃO – Artistas fizeram apresentação teatral na Praça Rui Barbosa

KAREN MENDES

você pode gostar também