Em 2017 Araçatuba teve o maior volume de chuvas dos últimos cinco anos

Depois de alguns anos com baixo índice de chuvas, em 2017 Araçatuba recebeu elevado volume. Durante todo o ano de 2016 choveu1.378,1 milímetros. Já em 2017 foram 1.564,1 milímetros, com aumento de 13,39%. Choveu bem acima da média da região, que é em torno de 1,4 mil milímetros. No mês de dezembro de 2017 foram 171,7 milímetros contra apenas 102,3 milímetros em dezembro de 2016. Isso representa aumento de 67,83%. Este foi o maior volume de chuva dos últimos cinco anos. Em 2012 choveu 1.857,9 milímetros.

De acordo com dados da Área de Hidráulica e Irrigação da Uneso Ilha Solteira, na média da região Noroeste Paulista foram 1.484 mm, 18% acima do esperado de 1.255 mm e nos primeiros dias de janeiro, o volume médio de chuva na região também é elevado.

Dados do site do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas, órgão da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, nos cinco primeiros dias de janeiro de 2018 o índice de chuva em Araçatuba foi de 90 milímetros. Já nos cinco primeiros dias do ano passado choveu apenas 20,3 milímetros. Isso mostra que o índice está bem acima do normal.

Levantamento feito desde 2000 no site do Ciagro aponta que o índice de chuva registrado em 2017 ficou abaixo apenas de 2012 – 1.857,9 milímetros, 2007 – 1.821,9 milímetros e 2009- 1.625,5 milímetros.

Conforme dados do Climatempo, neste domingo (7), as áreas de instabilidade ganham força sobre São Paulo. O tempo fica mais instável no estado, por causa da passagem de uma frente fria próximo ao litoral paulista. Na Grande São Paulo, Vale do Paraíba, capital e litoral o tempo fica nublado e chuvoso. As temperaturas diminuem um pouco sem a presença do sol. Nas demais áreas do estado, o céu fica cheio de nuvens intercalado com períodos de sol e chuva a qualquer momento do dia.

De acordo com os meteorologistas, a tendência é que a segunda-feira (08) ainda comece com muita instabilidade sobre o estado de São Paulo. Abaixo você observa o mapa de chuva acumulada para os próximos dias. No estado de São Paulo, os maiores volumes de chuva entre 06 e 10 de janeiro ficam concentrados no centro-norte paulista que devem acumular valores acima de 100 milímetros.

Antônio Crispim

você pode gostar também