Oswaldo diz que não queria saídas de estrelas do Atlético e espera novos reforços

O técnico Oswaldo de Oliveira admitiu, em entrevista coletiva, que não gostou das saídas de Marcos Rocha, Robinho e Fred do Atlético. O treinador comentou sobre as perdas do clube no mercado e afirmou que fez de tudo para manter o trio, principalmente o rei das pedaladas, que deixou o Galo após o fim de seu contrato.

“Eu acho que os jogadores que estão se apresentando, a maioria em função dos que saíram, que aliás não era a minha ideia de que saísse nenhum dos três principais (Fred, Robinho e Marcos Rocha). Via de regra, partiu deles mesmos a situação. Robinho eu lutei muito o tempo todo para que renovassem o contrato. Os outros dois tinham contrato, e surgiram oportunidades para que eles deixassem o clube. A ideia era dar continuidade, é sempre a minha ideia”, disse o treinador.

O assunto surgiu após a entrevista de Alexandre Gallo, diretor de futebol do Alvinegro, que vê o elenco atleticano melhor após as mudanças sofridas durante o mercado de transferências. Além dos três jogadores, deixaram o Atlético o meia-atacante Marlone e o atacante Rafael Moura. Chegaram ao clube Samuel Xavier, Arouca, Erik, Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

O treinador atleticano afirmou que as novas contratações foram todas indicações dele. “Para cada um deles, busquei jogadores da minha confiança, que eu conhecesse, para que os substituíssem, dentro daquela coisa de fortalecer a equipe, tentar rejuvenescer um pouco e fazer um time veloz, fazer um time com força. A resposta se é melhor ou pior nós vamos ver com a sequência da temporada, com o envolvimento da equipe nas competições”, completou.

Reforços

Apesar de inchado (são quase 40 jogadores), o elenco do Atlético ainda não está fechado. Oswaldo de Oliveira abre a porta para novos reforços e espera ver o clube mais fortalecido para a temporada 2018.

“A ideia de uma equipe como o Atlético é sempre enriquecer o elenco. Se nós tivermos oportunidade… Hoje, é mercado, a gente sabe disso. Não é escolher o jogador. É oferta e procura, condições de negociar, às vezes de fazer alguma troca. A ideia é continuar enriquecendo”, concluiu.

Da Redação

você pode gostar também