Hora de eliminar os excessos das festas de fim de ano

Todo final de ano as cenas se repetem: muita festa, muita alegria, um monte de confraternizações e amigos e familiares reunidos. Invariavelmente, essa mistura resulta em comida e bebida em excesso. As confraternizações (que muitas vezes tomam o tempo dedicado às atividades físicas) e as ceias de Natal e de Ano Novo são marcadas pela fartura na mesa e pelos tradicionais brindes alcoólicos, que acabam levando ao exagero.

O ideal é que mesmo os abusos sejam “controlados” para que sejam exceções e não virem regra. O cardiologista Flávio Salatino comenta que o peso não é o único fator a ser relevado, mas sim a saúde como um todo. “Os alimentos excessivamente calóricos ingeridos nas festas de fim de ano acabam prejudicando o organismo e colaboram para o aparecimento de diabetes, aumento de colesterol e triglicérides, mau funcionamento do intestino, doenças cardiovasculares, entre tantas outras”, afirma Salatino.

Além disso, outros problemas imediatos podem ocorrer como consequência direta da má alimentação, como intestino preso ou diarreia, gosto amargo na boca ao acordar, dores de cabeça, inchaço, alergias e indisposição. Mas existem saídas que, basicamente, dependem da atitude de cada um.

Atividade física e alimentação
Retomar ou iniciar a prática de atividades físicas é sempre muito importante. Lembrando que isso deve ocorrer de forma gradativa, visando evitar lesões, e mediante consulta ao médico.

Em relação à alimentação, depois de “enfiar o pé na jaca”, o organismo pode sofrer com alguns sintomas negativos, como azia, dores de cabeça, indigestão, mal-estar, fadiga, enjoo e muitos outros. São sinais da intoxicação dos órgãos, que ocorreu graças à ingestão de álcool, gordura e açúcar em excesso.

Para se livrar dessa sensação, Salatino recomenda a ingestão de alimentos ricos em fibras – saladas e frutas – e líquidos, principalmente água, e não deixar de consumir proteínas e carboidratos, de forma equilibrada. Dê preferência a alimentos naturais em vez de daqueles industrialmente processados. Sempre é bom procurar a ajuda de um profissional nutricionista.

Os sucos detox são uma excelente saída. “O ideal é manter uma dieta equilibrada sempre. Mas, já que o abuso ocorreu, reequilibre pensando na eliminação das toxinas acumuladas, reduzindo o inchaço, regularizando o funcionamento dos intestinos e garantindo uma boa dose de nutrientes, o que, de quebra, contribui para o aumento da imunidade”, explica o cardiologista.

Receitas
A chefe de cozinha Fabiana Otobon prepara receitas fáceis e rápidas para eliminar os excessos do Natal e do Ano Novo. A primeira é um suco natural depurativo. Feito com abacaxi, hortelã, gengibre, maçã e semente de chia, ele tem a função de purificar o organismo contra resíduos e toxinas. As impurezas presentes no sangue são eliminadas pelo sistema urinário.

A segunda sugestão de Fabiana é um lanche para a noite feito com tapioca, frango desfiado, cenoura ralada e orégano. Além de ser uma refeição nutritiva, a chef destaca o uso da cenoura. “Trata-se de uma raiz muito importante na alimentação, pois traz inúmeros benefícios à saúde”. Rica em fibras, ela melhora a digestão e combate a prisão de ventre, dentre outros benefícios, como a prevenção de envelhecimento (é rica em vitamina A) e antioxidação. Confira, abaixo, o modo de preparo de cada uma das receitas:

Suco depurativo
natural
– 3 rodelas de abacaxi
– 1 maçã
– gengibre a gosto
– 1 colher de café de sementes de chia
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em um copo com gelo

Lanche para noite – Tapioca de frango e cenoura
– massa de tapioca
– 100g de peito de frango desfiado
– 1 cenoura ralada
– orégano á gosto

Coloque a massa de tapioca em uma frigideira antiaderente. Acrescente o frango já misturado com a cenoura e o orégano, dobre a tapioca ao meio, aperte as bordas e retire do fogo. Sirva com uma salada verde e tomatinhos pera, com molho de iogurte desnatado, com ou sem lactose, com hortelã e um fio de azeite, sal (se necessário). Como outras opções de recheio, utilize ricota com espinafre, ricota com manjericão e nozes, ou queijo branco light com peito de peru light.

Da Redação

você pode gostar também