Decepções, surpresas e favoritos: confira o balanço da fase de grupos da Liga dos Campeões

Da Rádio Jovem Pan

A fase de grupos da Liga dos Campeões chegou ao fim. Liverpool, Sevilla, Porto e Shakhtar Donetsk se juntaram aos já classificados PSG, Bayern de Munique, Tottenham, Manchester City, Besiktas, Real Madrid, Barcelona, Chelsea, Roma, Juventus, Manchester United e Basel. 16 times seguem na briga pelo título da principal competição de clubes da Europa.

Os confrontos das oitavas de final serão conhecidos apenas na próxima segunda-feira (11), em um sorteio que será realizado na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça, a partir das 9 horas (horário de Brasília). E a expectativa dos torcedores e fãs da Liga dos Campeões é grande para os duelos que estão por vir.

Favoritos

Para o comentarista da Jovem Pan, Bruno Prado, em jogos de mata-mata não existe lógica, mesmo se tratando da Liga dos Campeões. Segundo o jornalista, a nova fase da competição europeia pode reservar algumas surpresas, já que times que vem dominando a competição nos últimos anos, como Real Madrid e Barcelona, não vivem um bom momento.

“Apesar dos resultados, Barcelona e Real Madrid estão abaixo daquilo que podem render. Claro, que eles não podem ser descartados, mas este ano existe uma possibilidade maior de outros times levarem o título. Hoje o time que joga o melhor futebol na Europa é o Manchester City. O PSG tem muito talento, muito jogador bom, mas como time o City tem mais chance”, comenta.

Decepção e surpresas

Analisando a fase de grupos e os classificados para as oitavas de final, Bruno Prado acredita que não houve uma grande zebra entre os 16 sobreviventes e que times como Atlético de Madrid e Borussia Dortmund, que deram adeus precocemente a Liga dos Campeões, não podem ser apontados como as decepções da competição.

“O Borussia caiu em um grupo difícil, assim como o Atlético de Madrid. O Atlético ainda começou a jogar em seu novo estádio. O time ainda está se adaptando a nova casa e também não pode contratar na janela, devido a punição. Se teve uma decepção na fase de grupos, acho que foi o Napoli. Pelo que apresentou nos últimos anos e pelos adversários que enfrentou”, completa.

Por outro lado, o comentarista da Jovem Pan classifica o Tottenham como uma das gratas surpresas da fase de grupos. Não pela classificação, mas sim pela liderança na chave onde tinha Real Madrid e Borussia Dortmund. Bruno Prado destacou o duelo entre ingleses e espanhóis em Londres, quando o time da casa venceu por 3 a 1.

“Normalmente a Liga dos Campeões não apresenta muitas surpresas, ou surpresas não tão grandes, que podem impressionar a todos. É difícil isso acontecer, mas o Tottenham deixar o Real Madrid em segundo em sua chave, pode ser apontada como uma surpresa. Assim como o Besiktas, que terminou em primeiro no grupo onde tinha Porto e Monaco. Não esperava por isso”, diz.

Brasileiros

Sobre a atuação dos brasileiros na Liga dos Campeões, Bruno Prado aponta a dupla do Liverpool, Philippe Coutinho e Roberto Firmino como os grandes destaques. Neymar, a grande estrela do PSG, também não decepcionou na visão do comentarista da Jovem Pan, assim como Gabriel Jesus que deve brilhar no mata-mata da Liga dos Campeões ainda.

“Coutinho e Firmino colaboraram bastante para a classificação do Liverpool, time que tem um quarteto de ataque muito rápido e dinâmico. Os dois foram muito bem. O Neymar também, ao fazer gols em cinco dos seis jogos da fase de grupos. Daniel Alves, Marquinhos e Thiago Silva só não atuaram bem diante do Bayern, mas está dentro da normalidade”, conclui.

você pode gostar também