Sem lances, Prefeitura manterá leilão de imóveis até o dia 15 de dezembro

Encerrou nesta segunda-feira (04) sem receber nenhum lance a primeira etapa do leilão de 13 imóveis de Araçatuba que possuem débitos de IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) com a Prefeitura. Agora os interessados têm até o dia 15 de dezembro para participar na segunda etapa, em que as propriedades poderão ser adquiridas com lances de 60% do valor de avaliação. A dívida conjunta destes imóveis é de R$ 280.749,20.

O leilão é online e os lances já podem ser dados pelo site www.wleiloes.com.br a partir das 13h30 do dia 05, encerrando no dia 15 de dezembro também às 13h30. Até a tarde desta terça-feira (05) as propriedades haviam somado 612 visualizações de usuários da plataforma de leilões e o mais procurado é, até o momento, um imóvel residencial de 250 m2 localizado no Jardim Monterrey, na Rua José Ferreira Coutinho. Bastante procurados estão dois terrenos, um de 348 m2 no Jardim Pinheiros e outro de 4,7 mil m2 no Higienópolis, e um prédio comercial na Rua Aguapeí.

O leilão foi motivado após esgotadas todas as possibilidades de negociações para pagamento do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) com os proprietários. De acordo com o secretário de Assuntos Jurídicos de Araçatuba, doutor Fábio Leite, há processos relacionados a estes imóveis que estão em andamento desde 1994, sendo que o mais recente é de 2003. ” Buscamos agilizar estes processos, pois eles não tramitavam ou iam muito lentamente. E desta vez não será permitido ao proprietário parcelar a dívida ” , disse o secretário.

Conforme Leite, em outras ocasiões aconteceu de proprietários que tiveram imóveis levados a leilão proporem à Prefeitura um novo parcelamento, que acabava ficando sem pagamento. Agora, o devedor só poderá retirar o imóvel do leilão se quitar a dívida à vista. A Prefeitura pretende fazer outro leilão em março de 2018, com outras propriedades que também acumulam dívidas com o município.

O último leilão organizado pela Prefeitura foi em 2015, com sete propriedades que acumulavam dívidas de IPTU. Naquele ano, o total de débitos destes imóveis era próximo a R$ 200 mil, com proprietários que não pagavam o imposto há 20 anos.

DESCONTO

Como regra do leilão, por não ter havido lances na primeira etapa esta segunda garante desconto de 40% em cima do valor de avaliação do imóvel, ou seja, o lance mínimo deve compreender 60% do valor. Entre as 13 propriedades encontram-se sete lotes localizados em bairros como Jardim Pinheiros, Jardim do Prado, Jardim Iporã, São José e Higienópolis, com dívidas que variam entre R$ 1.469,95 e R$ 99.539,75.

O terreno no Higienópolis, por exemplo, tem 4,7 mil m2 em área central de Araçatuba e é avaliado em R$ 2,8 milhões. Com o desconto, pode ser arrematado por R$ 1,7 milhão.

Também estão no pacote quatro imóveis, sendo dois residenciais, um comercial e um sobrado para ambos os usos. A dívida destes gira entre R$ 909,13 e R$ 113.454,90, sendo que os valores de avaliação das propriedades estão entre R$ 105 mil e R$ 500 mil. Eles estão em áreas como Jardim Monterrey, Rua Aguapeí, Avenida Ibirapuera e Jardim do Prado.

Há também dois terrenos localizados na Rua Aguapeí que possuem débitos de R$ 20.268,83 e R$ 27.513,61. Os valores de avaliação estão entre R$ 970 mil e R$ 1 milhão, mas podem ser arrematados por R$ 572 mil e R$ 600 mil, respectivamente. As informações completas sobre estas propriedades estão disponibilizadas no site da empresa que fará o leilão.

FERNANDO VERGA – Araçatuba

você pode gostar também