Sala do Empreendedor divulga mais um Case de Sucesso formalizado ao MEI

Com o objetivo de incentivar pequenos empresários locais a deixarem a informalidade para usufruírem de benefícios previdenciários, a Sala do Empreendedor do Sebrae Regional de Três Lagoas, localizada na Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Sdect), da Prefeitura Municipal, divulgou nesta semana mais um Case de Sucesso de Micro Empreendedor Individual (MEI).

Como tantos outros empresários, Arlette Rodrigues sempre teve o sonho de ser dona do seu próprio negócio. Viu no pai, marceneiro aposentado, nascer a paixão pelo artesanato ao vê-lo criar peças com seu talento e dedicação.

Alguns anos depois, começou a presentear os amigos com as peças que fazia e, percebendo que todos gostavam do seu trabalho, começou então a vender sua produção. “Foi aí que surgiu o desejo de ter meu próprio negócio com tudo legalizado. Procurei o Sebrae, juntamente com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, para os procedimentos que deveria seguir para me tornar microempreendedora individual”, explica.

E foi usando seu dom que Arlette deu vida à loja de artigos religiosos e artesanatos “Santa Maria”, com vários artigos religiosos, além das peças criadas pela empresária e das restaurações de imagens.

Como funciona o MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por sua conta e se legaliza como Microempreendedor. Para se enquadrar na categoria, a pessoa deve ter como limite um faturamento anual de R$ 60 mil.

A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, foi a responsável por criar a possibilidade do trabalhador informal se legalizar, pagando a mensalidade de R$ 47,85 (Comércio), R$ 52,85 (Comércio e Prestação de Serviços) e R$ 51,85 (Prestação de Serviços).

Como se formalizar

Os empreendedores interessados em regularizar sua atividade devem procurar o SEBRAE para agendar o atendimento e assistir uma palestra com informações sobre o MEI. Em seguida, o mesmo é dirigido à Sala do Empreendedor munido dos seguintes documentos: RG, CPF, Título de Eleitor, Comprovante de Residência, Comprovante de endereço do empreendimento, CEP atualizado e, caso seja declarante de imposto de renda, levar recibo da última declaração.

A Sala do Empreendedor funciona às segundas, quartas e sextas, das 08h às 11h.

DA REDAÇÃO – Três Lagoas

você pode gostar também