Desligamento de sinal analógico em três regiões de SP começa hoje

Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

As cidades de Santos (SP), Campinas (SP) e a região do Vale do Paraíba começarão a ter desligados, a partir desta quarta-feira (29), os sinais analógicos da TV aberta.

O processo de desligamento em Santos irá até 20 de dezembro, e em Campinas e no Vale do Paraíba, até 17 de janeiro de 2018. Já o prazo final para o desligamento em Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP) foi estendido até 31 de janeiro de 2018.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a prorrogação do prazo nas últimas duas cidades foi tomada porque não se atingiu o percentual mínimo de domicílios com sinal digital para o desligamento (que é de 90%).

Em Ribeirão Preto, 84% dos domicílios contam com sinal digital; e em Franca, 80%. Em Santos, até o último dia 25, o percentual atingido era de 89%; em Campinas e no Vale do Paraíba, 88%.

Segundo a Anatel, a digitalização da TV aberta permitirá que os telespectadores assistam aos programas com maior qualidade de som e imagem, “além de trazer outras vantagens, como suporte à recepção móvel, multiprogramação e interatividade”.

O sinal analógico ainda não foi desligado em todo o estado de São Paulo. A migração para o sistema digital irá continuar em 2018. A Região Sul do país será a próxima a passar pela mudança. O encerramento da transmissão analógica da TV aberta em Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre está previsto para ocorrer no dia 31 de janeiro de 2018.

O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700 MHz (Mega-Hertz), atualmente ocupada por canais de TV aberta, para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no país.

Edição: Kleber Sampaio

você pode gostar também