Escola da AGU comemora 17 anos

A Escola da Advocacia-Geral da União Ministro Victor Nunes Leal completa hoje (27) 17 anos. O órgão é um centro de captação e disseminação do conhecimento para os profissionais do Direito e membros e servidores da Advocacia-Geral da União (AGU).

Segundo o advogado-geral da União substituto, Paulo Gustavo Medeiros Carvalho, a escola tem uma série de atividades voltadas para o público externo, mas também aquelas voltadas para questões da AGU. “Sempre que temos uma política pública ou um instrumento novo, como o novo Código de Processo Civil, a Lei de Mediação, a Lei de Arbitragem, isso também traz a necessidade de uma capacitação específica para os membros da AGU e seus servidores”, disse, durante evento comemorativo aos 17 anos da escola.

Além de promover a atualização e o aperfeiçoamento dos membros das carreiras jurídicas, a escola também fomenta estudos para o desenvolvimento de novas técnicas de trabalho para a advocacia pública. “Hoje a advocacia de Estado tem novas preocupações e a escola, com certeza, está apta a trazer para seus membros e servidores uma capacitação realmente eficaz, em conjunto também com outras escolas de governo, como a Esaf [Escola de Administração Fazendária] e a Enap [Escola Nacional de Administração Pública]”, disse Carvalho.

O Centro de Estudos Ministro Victor Nunes Leal foi inaugurado em 27 de novembro de 2000 e, em agosto de 2005, transformado na Escola da AGU. Além da sede, em Brasília, a Escola da AGU mantém cinco unidades descentralizadas que atuam de forma regionalizada em Minas Gerais, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Rio Grande do Sul e em Pernambuco.

Agência Brasil

você pode gostar também