Escola promove Olimpíada de Foguetes

Nesta semana, 235 alunos do 9º ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio da Escola Estadual Professor Abranche José, do Bairro Ipanema, em Araçatuba, participaram da 6ª Olimpíada de Foguetes. Uma forma divertida de mostrar na prática tudo que aprenderam nas aulas de física, química, matemática e artes. Ganhou a competição a equipe que lançou o foguete mais longe. A competição foi em um campo de futebol próximo à Fatec. Mais importante do que a competição, foi a forma como os alunos interagiram. Uma forma diferente de ensinar e de aprender.

Segundo o professor Marcos Boer (matemática e física) o objetivo é exatamente aplicar na prática – construção dos foguetes – o aprendizado de sala de aula. Boer explicou que da física, os alunos aplicaram velocidade, distância e aerodinâmica; da matemática, ângulo e proporcionalidade; da química – as reações químicas, base e ácido e, por fim, da aula de artes, a estética dos foguetes.

A diretoria Maria Ângela Spadin disse que a Olimpíada envolve os professores Marcos Boer, Helington (biologia e física) e Ed Carlos (artes). O vereador professor Cláudio Henrique da Silva (matemática) acompanhou a competição.

O prêmio para a equipe vencedora foi uma bicicleta.

A COMPETIÇÃO

Professor Marcos Boer explicou que os alunos são divididos por equipes e devem fazer o foguete a partir de garrafa pet. A base de lançamento com tubo de PVC. Já o “combustível” para propulsão é uma reação química tendo como base o bicarbonato de sódio e ácido acético (vinagre). A reação química libera o gás carbônico, responsável pela propulsão. O ângulo ideal é de 45 graus, que compatibiliza altura e distância.

ANTÔNIO CRISPIM – Araçatuba

você pode gostar também