Taxa de sobrevida de prematuros de Araçatuba é das melhores do país

A taxa de sobrevida dos prematuros atendidos na Santa Casa de Araçatuba é comparável aos resultados dos melhores serviços do país. A afirmação é do neonatologista intensivista e pediátrico Anderson Dutra, coordenador técnico do Serviço de Neonatologia do hospital. Segundo o profissional, 90% dos bebês que nasceram com cerca de 28 semanas sobreviveram e estão tendo uma ótima recuperação; as taxas nacionais referem-se a nascimentos acima de 30 semanas, que contabilizam 90% de recuperação.

O coordenador explica que tão importante quanto elevar as taxas de sobrevida é conseguir isso eliminando as sequelas e aumentando a qualidade de vida dos bebês. ” A gente vê a cada dia um número maior de bebês que nasceram muito pequenos e com baixa idade gestacional, mas que estão atingindo as várias fases da infância com desenvolvimento normal, com bom rendimento na vida escolar, enfim, sem nenhuma sequela da prematuridade ” , explica.

Neste ano nasceram no hospital dez bebês prematuros, dos quais três são meninos e sete são meninas. A maioria dos nascimentos ocorreu com menos de 28 semanas de gestação, alguns com menos de 25 semanas, acarretando mais de cem dias de internação.

O bom resultado obtido pela Santa Casa com os prematuros de Araçatuba e região está relacionado a um conjunto de fatores, conforme elencado por Dutra. ” Apoio da gestão, que sempre considerou essa área um desafio a ser enfrentado, principalmente pelos déficits orçamentários; e a equipe de profissionais que atua dentro das UTIs, composta de pessoas dedicadas e que valorizam o trabalho em grupo ” , destaca o doutor.

QUALIDADE

Além do atendimento dispensado pelo setor, a Santa Casa relaciona outros fatores que colaboraram para conquistar tal índice, como os serviços adjacentes de cirurgia pediátrica, neurologia, fisioterapia, diagnóstico clínico e por imagem, fonoaudiologia, entre outros. O resultado obtido com os prematuros ratifica, conforme a instituição, a importância dos partos de alto risco, que só podem ser realizados com a garantia do leito de neonatal.

O Serviço de Neonatologia dispõe de 22 leitos de Terapia Intensiva Neonatal e 12 leitos de Terapia Semi-intensiva Neonatal, que diariamente têm 90% de ocupação. Segundo Dutra, seria necessário criar uma rede de atenção envolvendo todos os municípios atendidos para fomentar o serviço. ” Seria importante para atuar na conscientização da população em relação à gravidez na adolescência e ao pré-natal das gestantes, por exemplo “, diz Dutra.

EVENTO

PREMATURIDADE (6)

Nesta quinta-feira (16) a Santa Casa promoveu evento para comemorar o Dia Mundial da Prematuridade, que é celebrado nesta sexta, dia 17. O encontro reuniu prematuros atendidos pelo hospital e suas famílias, além de discutir temas importantes dentro do assunto. O evento contou também com a participação da equipe do Banco de Leite Humano do Hospital Municipal da Mulher.

FERNANDO VERGA – Araçatuba

você pode gostar também