Estoque do banco de leite de Araçatuba aumenta 25%, mas ainda é insuficiente

O estoque do banco de leite humano de Araçatuba aumentou 25%, após intensa campanha de conscientização realizada na cidade. No final do mês de outubro, o banco estava operando com menos da metade da sua capacidade, recebendo doações de apenas 22 mães cadastradas.

A quantidade necessária para atender as unidades de terapia intensiva e os berçários patológicos da cidade é de 90 a 100 litros de leite por mês, mas o banco de leite estava recebendo entre 40 e 50 litros de doações, menos da metade da necessidade.

O aumento nas doações significa mais 12,5 litros de leite para serem tratados e distribuídos para bebês prematuros que necessitam do leite materno como parte do tratamento para que possam ganhar peso e deixar as unidades de tratamento intensivo.

Apesar de comemorar aumento do estoque, a nutricionista do banco de leite, Keny Gonçalves Tirapeli, reforçou que a campanha não pode parar. “As ações devem continuar, pois o volume coletado ainda não é o suficiente para atender a demanda do município”, explicou.

Para doar o leite é necessário que a mãe tenha leite suficiente para amamentar seu bebê e estar sobrando leite. As mães interessadas devem entrar em contato com o banco de leite para receber orientações e agendar visita ao domicílio, para entrevista e entrega dos frascos.

A equipe do banco de leite recolhe os frascos para que o leite passe por um processo de pasteurização e um rigoroso controle de qualidade. Depois disso, ele é encaminhado às UTIs.

O banco de leite humano de Araçatuba funciona no Hospital da Mulher, de segunda a sexta, das 7h às 17h. Além disso, o hospital tem o ambulatório de aleitamento materno, que funciona no mesmo horário, para auxiliar as mães com dificuldade de amamentar.

Serviço:

  • Banco de Leite de Araçatuba
  • Contato para doações: 3636-1170

Karen Mendes – Araçatuba

você pode gostar também