Judivan revela que dois gigantes do futebol inglês fizeram contato antes da grave lesão

O atacante Judivan voltou com brilho ao Cruzeiro depois de dois anos e cinco meses afastado do futebol por causa de lesões. Ele marcou um gol no empate contra o Avaí (2 a 2) nessa quarta-feira, no Mineirão. Agora, o camisa 9 está pronto para dar novo impulso à sua carreira, que esteve perto do futebol europeu.

Em entrevista à rádio 98 FM, o atacante revelou que dois grandes clubes do futebol inglês estavam acompanhando de perto o desempenho dele no Mundial Sub-20, em junho de 2015, antes da grave contusão. “Tinha (propostas) do City e do Chelsea também”, disse o atacante.

Judivan se machucou em 11 de junho de 2015, quando sofreu entrada violenta do zagueiro Maurício Lemos, no jogo entre Brasil e Uruguai pelo Mundial Sub-20. O atacante fazia boa competição pela Seleção Brasileira, tendo marcado dois gols em quatro partidas. Sem ele, o Brasil seguiu no torneio: superou o próprio Uruguai, Portugal e Senegal. Na final, contudo, acabou derrotado pela Sérvia por 2 a 1, na prorrogação.

Os caminhos do futebol reservaram destinos diferentes a Judivan e o algoz Mauricio Lemos. O uruguaio, que pertencia ao Defensor, transferiu-se para o Rubin Kazan, da Rússia, e posteriormente acertou com o Las Palmas, da Espanha. Na temporada 2016/2017, marcou cinco gols em 23 jogos pelo Campeonato Espanhol e teve o nome especulado para reforçar o Barcelona. Por sua vez, o cruzeirense foi submetido a seis cirurgias, sendo que em uma delas lidou com um quadro de trombose pulmonar.

Da Redação

você pode gostar também