Idoso inventa furto de celular e é descoberto pela polícia de Andradina

Um idoso de 75 anos vai responder por falsa comunicação de crime em Andradina depois de contar à polícia que o celular dele havia sido furtado. Durante as investigações, as equipes policiais descobriram que tudo não passava de uma mentira.

No primeiro boletim de ocorrência registrado, o homem contou que o aparelho, avaliado em aproximadamente mil reais, teria sido furtado dentro da casa onde mora. Durante as investigações realizadas pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais), outra versão do suposto crime surgiu.

Uma amiga do idoso, apontada como a autora do furto até então, contou em depoimento que ela havia combinado um programa sexual e em troca receberia o celular como forma de pagamento.  A polícia tomou novamente o depoimento do homem, que acabou confessando a versão apresentada pela mulher. Ela ficou com o aparelho e o idoso vai responder a partir de agora por falsa comunicação de crime em liberdade.

você pode gostar também