Comandante pede ajuda da comunidade para localizar assaltantes

O comandante do CPI 10, coronel Carlos Alberto Machado, estava no quartel no momento do ataque dos bandidos. O coronel Machado relatou que os bandidos fecharam as esquinas de acesso ao quartel com caminhões em chamas. Os bandidos esconderam-se na Escola Francisca de Arruda Fernandes e atacaram os policiais que estavam quartel. O objetivo sitiar os policiais e retardar a saída de viaturas para combater o roubo à Protege. O comandante disse que espera a colaboração da população com informações que possam levar aos autores do roubo.

Os bandidos colocaram um carro em chamas na esquina do Poupatempo (Rua Capitão Alberto Mendes Júnior com Alcides Theodoro dos Santos) e outro na esquina da Capitão Alberto Mendes Júnior com Maurício de Nassau. Com isso impediram ação imediata da polícia.

Segundo o coronel Machado, os policiais que estavam no quartel reagiram com três frentes, mas tendo o cuidado de não ferir civis. “Duas mulheres ficaram feridas na ação dos bandidos”, disse o coronel Machado.

Em entrevista ao Sistema Regional de Comunicação, o coronel lamentou a morte do policial civil André Luiz Ferro, “que tombou em combate”. “Estamos consternados”, resumiu o coronel.

O comandante Machado relatou que todos os policiais do CPI 10 foram mobilizados nesta ação em busca de informações onde os bandidatos possam ter passado. Além disso, o comandante pediu à população que qualquer fato suspeito ou veículo suspeito seja denunnciado à polícia. O coronel Machado disse que os bandidatos devem ter ficado em rancho ou chácara na região de Araçatuba. Por isso, segundo ele, é importante que a população denuncie.

 

Antônio Crispim

você pode gostar também