Estiagem volta a ameaçar a navegação

No período de maio de 2014 a fevereiro de 2016 a navegação na Hidrovia Tietê-Paraná na região foi suspensa devido ao baixo nível histórico dos reservatórios de Ilha Solteira (Rio Paraná) e Três Irmãos (Rio Tietê). Estima-se que no período o prejuízo foi de quase R$ 1 bilhão e mais de mil trabalhadores perderam o emprego.

O risco volta a assustar empresários que atual na navegação na hidrovia e uma reunião está marcada para terça-feira, em Brasília, para discutir a questão.

Recentemente já se reuniram em Bauru. O nível dos dois reservatórios está caindo diariamente. A ameaça de suspensão da navegação é real.

No início de maio de 2014, o nível dos reservatórios estava pouco acima da cota 325 metros (acima do nível do mar). Quando chegou a 325 metros, começou a navegação com restrição de calado e ao atingir a cota 324 metros, no final de maio, a navegação foi completamente suspensa, retornando apenas em janeiro de 2016.

Durante vários meses foram realizadas reuniões em Brasília, Araçatuba, Bauru e São Paulo. Os empresários do setor apresentaram vários pedidos, mas o Operador Nacional do Sistema (ONS) manteve o nível dos reservatórios da região baixo, impedindo a navegação.

Em janeiro de 2016 iniciou o processo de recuperação e especialistas estimavam que seriam necessários alguns anos para restabelecer a normalidade. Porém, no início de fevereiro a navegação foi restabelecida.

PREOCUPAÇÃO

Agora, a situação volta a preocupar e o nível dos reservatórios vem caindo continuamente. No dia 10 de outubro do ano passado, o nível do reservatório de Ilha Solteira estava na cota 326,77 metros e de Três Irmãos era de 326,78 metros. No dia 10 agora, estava Ilha Solteira estava na cota 325,49 metros e Três Irmãos na 325,62. Ou seja, no mesmo período, a diferente do nível é superior a um metro.

Quanto ao volume útil dos reservatórios, a redução também é preocupante. Em 10 de outubro de 2016 o reservatório de Ilha Solteira estava com volume útil de 73,83% e este ano no a mesmo dia estava com 47,63% queda de 35,9% na mesma data. Já Três Irmãos estava com 73,80% em, 2016 e agora estava com 39,95%, queda de 32,32%.

Empresários ouvidos pela reportagem demonstraram preocupação e estão se mobilizando para evitar a continuidade na queda no nível dos reservatórios.

ANTÔNIO CRISPIM – Araçatuba

você pode gostar também