Região está em alerta climático por conta de onda de calor

O feriado será de muito calor na região, é o que aponta previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que emitiu alerta de risco de baixa umidade para esta quinta-feira (12). As temperaturas em Araçatuba devem permanecer acima dos 35 graus até o fim de semana e há uma possibilidade de chuva no sábado.

O mapa climático do Inmet imitiu o mesmo alerta para áreas do sertão nordestino, indicando risco de baixa umidade. Tanto para cidades da região de Araçatuba quanto para as do interior da Bahia, por exemplo, a umidade do ar está chegando a índices entre 20% e 30%, considerados baixos. Em Araçatuba, recentemente esta medição chegou a 15%, igualando o município ao clima de um deserto.

Nestas situações é aconselhável não ficar exposto à luz solar, hidratar-se bastante e evitar desgastes físicos nas horas mais secas, que são no período da tarde.

O tempo seco favorece o aumento do número de ocorrências de incêndio em vegetação natural, que neste ano cresceu 84% conforme informações do 20º Grupamento de Bombeiros de Araçatuba. Entre 1º de maio e 31 de julho deste ano foram registrados 204 casos, sendo que no mesmo período de 2016 ocorreram 112 casos de incêndio na região.

Chuva e estiagem
Araçatuba já passou neste ano por período de chuva histórico e, na mesma intensidade, por estiagem histórica. Em maio a cidade registrou 130,2mm de precipitação acumulada em sete dias de chuva, o maior volume para o mês desde 2007, quando choveram 162,4mm. Em junho deste ano foram sete dias de chuva e o acumulado ficou em 31,8mm, sendo que a média é de 41,7mm.

Já o mês de julho não registrou nenhum dia de chuva, situação que só ocorreu nos anos 1998 e 1999. Normalmente, a média para o mês é de 27,2mm, maior apenas que a de agosto, que é de 25,7mm. Nos anos que antecederam a crise hídrica no Estado de São Paulo julho e agosto, os dois meses mais secos do ano, tiveram os piores índices da série histórica do Ciiagro, mas ainda chegaram a acumular precipitação, o que torna este ano uma exclusividade, já que não houve nenhuma chuva.

Outro período de estiagem semelhante a este foi registrado em 1998, quando Araçatuba ficou 45 dias sem chuva (entre 20 de junho e 03 de agosto). Mais recentemente, em 2006 a cidade “secou” por 37 dias entre 28 de junho e 03 de agosto.

Alerta do INMET
Áreas marcadas indicam riscos climáticos: região de Araçatuba e nordeste brasileiro estão em alerta de baixa umidade.

Fernando Verga

você pode gostar também