Com três mortes em seis dias, BR-262 ganha status de rodovia da morte

Com três mortes registrada em seis dias, a rodovia BR-262 no trecho entre Água Clara e Três Lagoas ganhou status de “rodovia da morte”.

Segundo o Corpo de Bombeiros, na madrugada desta quinta-feira, 5, foi registrado o quarto acidente entre os quilômetros 80 e 90.

Na terça-feira, 3, um homem de 28 anos morreu após o veículo que ele estava colidir contra uma carreta. O acidente aconteceu no quilômetro 88 da BR-262.

O motorista da carreta contou aos agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) que seguia sentido Três Lagoas/ Água Clara , quando na altura do KM 88, o veiculo VW Jetta , cor branco, placas de Marilia/SP, com quatro ocupantes que trafegava no sentido contrário ao desviar de buracos, saiu da pista e logo após, realizou uma manobra de retorno, vindo o veiculo invadir a pista contrária, colidindo a parte frontal do Jetta inicialmente na 1ª composição, posteriormente no eixo da 1ª composição e nas 2ª e 3ª composição da carreta, que após a batida , o veiculo VW Jetta capotou e saiu da pista.

O motorista Solon e três passageiros foram socorridos pelo Samu e Corpo de Bombeiros ao Hospital local devido aos ferimentos. O passageiro Jonathan Freire Faria de 28 anos morreu no local.

Na sexta-feira, 29 de setembro duas mulheres morreram em um acidente registrado no quilômetro 84 da rodovia BR-262.

O veículo Honda Civic, cor verde escuro, placas DIZ-3858 de São Paulo, conduzido por José Benedito Dantas de 57 anos transitava pela via, sentido Campo Grande / Três Lagoas, juntamente com sua esposa, Cícera Maria de Souza e sua cunhada Maria Ilda Marcelino de Souza de 59 anos, quando, em dado momento, veio a perder o controle se seu veículo, ao desviar de um buraco derrapando na pista, colidindo sua parte lateral direita (lado do carona, onde se encontrava sua esposa) contra a frente do veículo Fiat Siena, cor branca, placas de Campo Grande, conduzido por Nilton Souza Guarini de 58 anos, que seguia pela rodovia, sentido crescente da pista, juntamente com sua esposa, Rosália Ramos Guarini que também faleceu no local.

Os demais ocupantes dos veículos foram socorridos pelas equipes do Corpo de Bombeiros e do SAMU, junto ao Hospital Auxiliadora. (Hoje Mais Três Lagoas)

DA REDAÇÃO – Três Lagoas

você pode gostar também