Criança morre na Santa Casa após passar mal em escola no Vista Verde

A Prefeitura de Araçatuba confirmou ontem à noite a morte do estudante Samuel de França Souza, de 2 anos, ocorrida no início da noite desta sexta-feira (15) na Santa Casa de Araçatuba. As causas da morte ainda não foram confirmadas e dependem dos exames necrológicos.

Segundo as secretarias de Saúde e de Educação, que trabalharam e estão trabalhando juntas no socorro e no apoio à família, a criança chegou bem à escola que frequentava, a Maria Helena de Freitas Carli, no Vista Verde. Tomou o café da manhã com as demais crianças normalmente e com todas elas foi até o local adequado para as praticas pedagógicas de recreação. Samuel, que era matriculado no Berçário II, estava na caixa de areia quando chamou a atenção dos educadores apresentando uma das mãozinhas.

Apesar de não ter sido detectado qualquer sinal de picada, mas apenas uma pequena vermelhidão que pode ter sido causada pelo fato de a criança ter se coçado, ela foi imediatamente levada para um local adequado de observação quando apresentou vômito e estar um pouco debilitado. Foi feito o contato imediato com a equipe do SAMU, que levou o pequeno Samuel até o Pronto-Socorro Municipal Ainda Vanzo Dolce, no bairro Santana. A criança chegou bem no local, sendo a família imediatamente avisada. A secretária de Educação, Silvana Souza e Souza esteve e permaneceu no local o tempo todo, como também a direção da escola.

Neste momento, profissionais de Saúde já faziam uma revista na caixa de areia e em toda a escola para encontrar algum animal peçonhento que pudesse ter picado a criança. Nada foi encontrado.

Ainda pela manhã, o pequeno Samuel, que estava recebendo soro, apresentou piora clínica, sendo imediatamente levado para a Santa Casa de Araçatuba. No final da manhã foram feitos testes que descartaram que fosse um caso de meningite. Ao longo do dia, Samuel foi submetido a tratamento intensivo, mas faleceu logo depois das 19h.

O prefeito Dilador Borges, que estava acompanhando o caso desde os seus primeiros minutos, lamenta a morte do estudante e disse que a Prefeitura vai prestar todo o apoio à família. As autoridades municipais de Saúde farão a investigação das causas. A Vigilância Epidemiológica também investigará o caso por se tratar de mortalidade infantil.

A Prefeitura de Araçatuba mantém um programa ininterrupto de vistoria nas escolas municipais. Os diretores, professores e demais funcionários são capacitados pelos agentes de Saúde sobre como manter o ambiente seguro por meio de ações como cobertura dos ralos, adoção de protetores embaixo das portas e vistoria diária nos brinquedos. Também são orientados a não deixarem lixo ou entulhos acumularem, principalmente no pátio. A escola em que aconteceram os fatos faz parte deste programa de prevenção e no local não foi encontrado qualquer situação de risco.

DA REDAÇÃO  – Araçatuba

você pode gostar também