Saúde de Três Lagoas é reconhecida pelo eficiente combate à dengue

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Vigilância e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), recebeu placa de reconhecimento e elogios pelo trabalho que vem desempenhando no “Monitoramento Inteligente do Aedes Aegypti (MI-Aedes)” e combate à Dengue.

A iniciativa da placa com o reconhecimento do “trabalho realizado por todos os profissionais”, no uso do MI-Aedes, por meio da chamada “Mosquitrap” – armadilha de mosquitos, partiu da Ecovec, empresa de biotecnologia e bioinformática, que há mais de 10 anos mantém parceria com a indústria Fibria e a Prefeitura de Três Lagoas para monitoramento inteligente do mosquito e controle da dengue, zika e febre chinkungunya.

A placa foi entregue ao prefeito Angelo Guerreiro, na manhã desta quarta-feira (13), na sala de reuniões do Gabinete, com a presença da secretária de Saúde, Angelina Zuque; o Coordenador de Saúde da Fibria, médico Ricardo Trevisan Perez; e o diretor de Vigilância e Saneamento da SMS, Francisco Joaquim da Silva.

Também participaram da entrega, “com o mérito do reconhecimento dos trabalhos que realizam diariamente”, como expressou o prefeito Angelo Guerreiro, os seguintes servidores: Supervisora Geral do MI-Aedes e Coordenadora do Setor de Entomologia, Geórgia Medeiros de Castro Andrade; Coordenador do Setor de Endemias, Alcides Divino Ferreira; e os Agentes do MI-Aedes, Cléria do Socorro Silveira, Joana Bragança da Silva Maia e José Rodrigues de Freitas.

Como consta gravado na placa, que marca os 10 anos de implantação do MI-Aedes na SMS, “o trabalho realizado por todos os profissionais do município de Três Lagoas e da empresa Fibria, no uso do MI-Aedes, é digno do nosso reconhecimento e parabenização”.

MI-AEDES
O serviço do MI-Aedes foi implantado no município de Três Lagoas pela empresa Ecovec, em abril de 2007, graças à parceria com a Fíbria, que financia o programa. São 305 armadilhas, as denominadas “mosquitrap”, distribuídas a cada 300 metros e monitoradas através de um sistema que envia dados por meio de satélite a um computador.

Por meio desse programa, como explicou a bióloga Geórgia, do Setor de Entomologia, torna-se mais eficiente a localização dos pontos com maior infestação do Aedes Aegypti.
“É um serviço de extrema importância, como ferramenta para tomada de decisões imediatas para o combate à Dengue e controle de vetores”, ressaltou a secretária Angelina, ao agradecer a parceria da SMS com a Fibria.

Para o representante da Fibria, a parceria com a Prefeitura de Três Lagoas, na área da Saúde tem obtido bons resultados para a melhoria da qualidade de vida da nossa população.

“Para a Fibria, as parcerias que são voltadas para a Saúde são e serão sempre relevantes”, Observou o médico Ricardo Perez.

Ao elogiar o trabalho das equipes de Saúde, “merecedoras dos elogios de reconhecimento”, o prefeito citou “a dedicação, a boa vontade e a disposição, que resultam no bom desempenho do que fazemos”, disse.

Da Redação

você pode gostar também