NGA II e AME compartilham e complementam atendimentos

Araçatuba conta com dois centros especializados no diagnóstico e tratamento médicos que trabalham em conjunto. O Núcleo de Gestão Assistencial II (NGA II), instalado na rua Siqueira Campos, no bairro São João, e o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), que funciona na rua José Bonifácio, Vila Mendonça, realizam atendimentos à população em diversas áreas da saúde, compartilhando pacientes para oferecer mais eficácia.

Segundo o diretor do Departamento de Assistência Especializada da Secretaria Municipal da Saúde, Paulo Ernesto Geraldo, NGA II e AME não competem, nem se prejudicam. “Trabalhamos juntos para um complementar o que o outro não tem. As especialidades que não temos no NGA II encaminhamos para o AME e assim acontece com as especialidades que eles não podem atender”, explicou.

Um total de 18 médicos atendem 11 especialidades no NGA II, sendo ortopedia, cirurgia pediátrica, gastroenterologia, otorrinolaringologia, urologia, cirurgia vascular, cardiologia, proctologia, neurologia, clínica médica e o Programa Hanseníase.

Para ser atendido pelo NGA II, o paciente tem que ser encaminhado pela Atenção Básica após avaliação clínica do médico da Saúde da Família. “Todos os atendimentos de primeira consulta são encaminhados mediante necessidade e são agendados pela Central de Vagas, conforme as vagas disponíveis”, afirmou Paulo Ernesto.

Os pacientes que conseguem as consultas são avisados por telefone para retirarem o comprovante nas UBSs, mediante apresentação do encaminhamento médico. As consultas de retorno com exames e reavaliação a pedido do especialista são agendadas diretamente no NGA II.

FALTA DE MÉDICOS

Paulo Ernesto ressaltou que apesar de complementar os atendimentos em parceria com o AME, o NGA II tem falta de médicos nas áreas de cirurgia geral, dermatologia e cardiologia.

“Em 2017 sofremos algumas baixas de médicos nessas especialidades devido a aposentadorias e exonerações. A Secretaria de Saúde está buscando junto com o Departamento Jurídico da Prefeitura um mecanismo para contratação de novos médicos, já que não há concurso público vigente que contemple essas especialidades”, disse.

ATENDIMENTO À REGIÃO

Além de atender pacientes de Araçatuba, o NGA II recebe pacientes de 40 municípios que fazem parte da Central da Diretoria Regional de Saúde (DRS).

Cidades como Auriflama, Bento de Abreu, Bilac, Guararapes, Guzolândia, Nova Castilho, Nova Luzitânia, Rubiácea, Santo Antônio do Aracanguá e Valparaíso encaminham pacientes para a unidade de Araçatuba.

Karen Mendes – Araçatuba

você pode gostar também