Projeto Farmácia Participativa tem palestra e distribuição gratuita de remédios

A primeira edição do projeto voluntário Farmácia Participativa, idealizado pelo cardiologista Flávio Salatino, foi realizada neste sábado (02), na igreja Comunidade Evangélica, em Araçatuba (SP). O evento contou com uma palestra do médico sobre hipertensão arterial, e, ao final, com a distribuição gratuita de medicamentos aos cerca de 50 participantes. Para ter acesso às amostras coletadas por Salatino junto a médicos de diversas especialidades, os presentes tiveram que apresentar as devidas receitas válidas.

De acordo com Salatino, a ideia da Farmácia Participativa surgiu da percepção de que se perde muita amostra grátis de medicamentos nos consultórios. “Noto essa situação no meu próprio consultório, e, conversando com outros profissionais, percebi que eles têm o mesmo problema”, explica. Partindo desse princípio, ele, que também é vereador no município, chegou a elaborar um projeto de Lei criando a Farmácia Participativa Municipal. Mas acabou retirando a proposta da pauta após orientação do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), que enumerou impossibilidades técnicas e de ordem legal para que a prefeitura executasse a ação.

Para não deixar a ideia se perder, Salatino decidiu realizar o projeto por conta própria, voluntariamente. Contando com a ajuda de colegas de profissão, que doaram amostras grátis dentro do prazo de validade, ele fez contato com o pastor Samuel de Souza Júnior e definiu local, data e horário da primeira edição.

“A ideia é prestar um serviço à sociedade. Não faz sentido perder caixas e caixas de remédios nos consultórios, por vencimento de prazo de validade, com tanta gente precisando dessas medicações”, comenta Salatino.

É importante ressaltar que não houve consulta médica nem prescrição de medicamento durante o evento. Também não foram distribuídas sobras de medicamentos, apenas amostras dos produtos. A entrega foi supervisionada por Salatino, que contou com o apoio dos médicos Flávio Navarro e Isío Carvalho de Souza. No total, foram arrecadados mais de 200 tipos de medicamentos.

Além da distribuição gratuita de medicamentos, Salatino também ministrou uma palestra sobre hipertensão, seus riscos, cuidados e prevenção. O vereador Cido Saraiva (PMDB) prestigiou o evento.

O cardiologista pretende realizar uma edição do projeto a cada mês. O projeto não tem prazo para acabar. “Queremos percorrer todas as regiões da cidade, realizando palestras e distribuindo essas amostras. Na Comunidade Evangélica dispensamos apenas uma pequena parte do que coletamos. Ou seja, teremos uma listagem maior ainda de medicamentos nas próximas edições. Espero que a população participe e agradeço a todos os parceiros por acreditar nessa iniciativa”, finalizou Salatino.

Da Redação

você pode gostar também