Empresários clonam veículo e funcionário é conduzido como testemunha

Um veículo clonado foi apreendido na manhã de ontem em Água Clara. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o automóvel estava estacionado em um hotel que fica às margens da BR 262. Ele pertence a uma empresa de engenharia e estava com um dos funcionários, que alegou não saber do crime.

Ainda conforme a corporação, após verificar a falsificação, os policiais, entraram no hotel e localizaram o condutor. Ao ser questionado sobre a procedência do veículo, ele alegou que estava na cidade a trabalho e que não sabia da adulteração.

Durante a vistoria veicular, foi constatado que ela era clonada sendo que as placas originais eram de Ribeirão Preto (SP), com restrição judicial de circulação expedida pela Vara do Trabalho de Olímpia (SP) em 07/04/2014. Além disso, o licenciamento do veículo estava vencido desde o ano de 2014.

A verificação também mostrou que a proprietária do veículo clonado é uma mulher e o registro do automóvel legal pertence a um homem. Porém, o motorista conhece os dois e alegou se tratar de dois irmãos e seus empregadores.

Diante do flagrante, o condutor foi conduzido até a Delegacia do município na condição de testemunha. Os suspeitos irão responder pelos crimes de adulteração de sinal de identificação de veículo automotor e fraude processual, crimes em que as penas podem chegar a 8 anos de reclusão.

DA REDAÇÃO – Três Lagoas

você pode gostar também