TOR apreende 1,5 tonelada de inseticida importado

Na madrugada desta segunda-feira (28), policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), de Araçatuba, apreenderam uma carga ilegal de 1,5 tonelada de inseticida fabricada na China. Três pessoas foram detidas e apresentadas na Delegacia da Polícia Federal, em Araçatuba.

De acordo com a Polícia Rodoviária,  durante patrulhamento da Rodovia Assis Chateaubriand, por volta de 2h30, no quilômetro 300, em Penápolis, a equipe do TOR abordou um veículo VW/FOX, placas de Assis Chateaubriand-PR, que era conduzido por R.M.S, 40 anos, motorista, morador de Tupassi-PR. Durante conversa, condutor se mostrou bastante nervoso, levantando a suspeita de que pudesse estar transportando algo ilícito ou fazendo a função de batedor de outro veículo.
Na sequência os policiais do TOR abordaram um caminhão Volvo com um semi-reboque. A nota fiscal indicava que estava carregado com 32 toneladas de girassol e alpiste argentino.

O caminhão era conduzido por C.A.F, 45 anos, motorista, morador de Cascavel-PR e tinha como passageiro seu filho S.L.S.F, 23 anos, também motorista. Suspeitando que pudesse ser o veículo que vinha na retaguarda do VW/Fox, os policiais resolveram vistoriar a carga e localizaram em meio aos sacos de girassol e alpiste, vários outros sacos e caixas contendo embalagens de um quilo do inseticida da marca “Super Thia”, que conforme rotulo é fabricado na China e importado pelo Paraguai. A carga foi verificada sendo localizados 1.500 embalagens de 1 quilo do referido inseticida, totalizando 1,5 tonelada, para os quais não havia documentação fiscal e de importação.
Os policiais também descobriram que o condutor do VW/Fox é o proprietário do caminhão.
Os condutores dos veículos declararam que o caminhão foi carregado em Foz do Iguaçu-PR e que receberiam cada R$ 4.000,00 pelo transporte do inseticida até Luiz Eduardo Magalhães-BA.

A carga e os três motoristas foram apresentados na Delegacia da Polícia Federal em Araçatuba.

você pode gostar também