No América, hora de recuperar os lesionados e rever erros para voltar à liderança

Superado pelo Internacional, que assumiu a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, o América aproveita os próximos 12 dias para rever os erros, recuperar os lesionados e traçar a estratégia para a recuperar a ponta. Sem vencer há dois jogos, o Coelho só volta a campo em 8 de setembro, contra o Paysandu, em Belém. Sete dias depois, encara o Ceará, em Fortaleza. Até lá, o técnico Enderson Moreira espera que a equipe recupere a força demonstrada antes.

O período sem partidas também será importante para o volante Zé Ricardo, um dos jogadores mais regulares do time. O prata da casa se recupera de lesão na coxa esquerda, mas terá tempo razoável para retomar o ritmo de jogo. Coincidentemente, nas duas partidas em que não ele esteve em campo, o Coelho teve dificuldades na saída de bola de defesa – nos empates com Goiás (1 a 1) e Criciúma (0 a 0).

Outro que pode ficar à disposição é o lateral-direito Norberto, que está fora desde 21 de julho devido a um estiramento na coxa direita. Contratado em maio para suprir a carência na posição depois do retorno de Alex Silva ao Atlético e da grave lesão de Auro, ele participou de apenas 10 jogos (marcou um gol). Agora, terá a concorrência do experiente Ceará, de 37 anos, que chegou ao clube há duas semanas.

Apesar da perda da liderança para o Inter, Enderson Moreira está certo de que sua equipe não vai se abater e confia na regularidade até o fim da competição:“Este grupo vai sempre dar uma resposta positiva. Nosso time joga em qualquer situação, em qualquer lugar, para vencer os jogos. Os adversários, hoje, têm muito mais respeito e medo de nos enfrentar. Às vezes, é mais complicado porque eles abdicam um pouco de poder jogar”.

Com opinião parecida à do treinador, o zagueiro Messias entende que o Coelho não pode mudar sua estratégia em busca do acesso, em dezembro: “Às vezes, a gente batalha e o resultado não vem. Mas pelo menos não perdemos. Foi o que aconteceu nos últimos dois jogos, não ganhamos, não perdemos e somamos dois pontos muito importantes. Então, agora, é continuar lutando e trabalhando forte. Tem muito campeonato ainda, e esses pontos vão fazer diferença lá na frente”.

Da Redação

você pode gostar também