Para Roberto Fernandes atuação do Náutico contra o Ceará ‘deixa luz no fim do túnel’

Apesar da derrota por 1 a 0 para o Ceará, o técnico Roberto Fernandes deixou o estádio Presidente Vargas com mais elogios do que críticas ao time do Náutico. Para o treinador, diante de um adversário que luta pelo acesso à Série A, a sua equipe teve uma apresentação que deixa esperanças de que ainda pode se livrar do rebaixamento à Série C. Na visão do comandante alvirrubro, o revés na capital cearense aconteceu por falhas pontuais.

“O Náutico fez um bom jogo. Conseguimos equilibrar e ser competitivos contra uma equipe que está brigando pelo acesso a passos largos. Mas a diferença nas posições da tabela não foi traduzida para o jogo. Sofremos um gol em uma fatalidade. Se a bola não bate em Jefferson e Ávila, ela sairia pela linha de fundo. Além disso, tivemos uma penalidade a nosso favor e fomos infelizes na hora de converter. Perdemos o jogo nessas duas situações”, analisou.

Agora, Roberto Fernandes terá 12 dias para trabalhar a equipe visando a próxima partida, que será disputada apenas no dia 6 de setembro, contra o Brasil-RS, na Arena de Pernambuco. E além de reforçar que, a partir de agora, o Náutico não pode mais perder pontos dentro de casa, o treinador enfatizou que a atuação diante do Ceará também deixa a imagem de que a equipe está muito próximo também de voltar a vencer como visitante.

“Criei um conceito de que para escapar do rebaixamento o time precisa ser mandante e, para conseguir o acesso, precisa ser mandante e roubar pontos fora de casa. Por isso, temos que voltar a fazer o mando de campo contra o Brasil. Mas também acredito que o Náutico está muito próximo de voltar a vencer fora de casa”, enfatizou.

“Nossos últimos três jogos como visitantes foram contra times que estão brigando pelo acesso (Vila Nova, América-MG e Ceará) e o time se comportou muito bem. Não saio satisfeito porque perdemos o jogo. Mas a atuação do time deixa uma luz no fim do túnel e uma expectativa de que estamos no caminho certo”, finalizou Fernandes.

Da Redação

você pode gostar também